12 de maio de 2021

BR-319 ganha Frente Parlamentar no Congresso

Único meio de ligação do Amazonas ao restante do país, a rodovia BR-319 (Manaus – Porto Velho) ganhou, nesta quarta (24), a criação de uma Frente Parlamentar Mista em Defesa de sua pavimentação. A oficialização foi anunciada na tarde de ontem, pelo vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em reunião com governadores e parlamentares da Amazônia.

“Anunciei agora ao ministro Tarcísio a criação da Frente Parlamentar, uma Iniciativa dos oito deputados e três senadores do Amazonas, e apoiada pelas bancadas federais de Roraima, de Rondônia, do Acre e do Mato Grosso. Trataremos, agora, das licenças e da busca de recursos em colaboração com Ministério para viabilizar uma ligação rodoviária da Amazônia com o país, que se mostrou imprescindível nesta pandemia”, anunciou Ramos, referindo-se às dificuldades logísticas para o envio de cilindros de oxigênio ao Amazonas, durante a recente crise de abastecimento do insumo.       

Frente será mista e contará com apoio de toda a bancada amazonense
Foto: Divulgação

Tarcísio Freitas, por sua vez, destacou que a frente parlamentar contará com todo o apoio do governo federal e enfatizou os esforços do governo federal para viabilizar a pavimentação da BR-319, com a garantia de planejamento e execução das obras. O ministro detalhou as providências para o início das obras, previstas para o segundo semestre deste ano, nos 457 quilômetros da rodovia que se encontram em situação crítica –especialmente os 405 quilômetros do “trecho do meião” ainda em fase de licenciamento ambiental pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e de Recursos Naturais Renováveis).

“Os primeiros 52 quilômetros já estão contratados, e a empresa já está se mobilizando com a responsabilidade de desenvolver o projeto executivo e fazer a obra. As primeiras disciplinas do projeto já estão sendo analisadas e aprovadas, de maneira que no segundo semestre deste ano a gente já começa a obra. Para os outros 405 quilômetros, estamos no processo de licenciamento ambiental, protocolamos o estudo de impacto ambiental, esse estudo já foi analisado, tivemos já o primeiro resultado do Ibama, com pedido de complementação que é algo, absolutamente, normal nesses processos de licenciamento, sobretudo nos mais complexos”, detalhou.

O governador Wilson Lima reafirmou, por meio de textos distribuídos pela Secom (Secretaria de Comunicação Social) a importância da rodovia para a interligação do Estado com o restante do país. “Com a pandemia, ficou muito mais evidente a necessidade de termos essa ligação rodoviária com outras regiões do país; e a necessidade de garantir o direito de ir e vir do cidadão. E isso é importante, do ponto de vista social e do ponto de vista econômico”, frisou.

Para execução das obras da rodovia, Wilson Lima destacou que o governo do Estado vem trabalhando nas ações de salvaguardas ambientais. “Não abrimos mão desse desenvolvimento sustentável, que só acontece no momento em que há a garantia da preservação dos recursos, mas sobretudo da preservação do ser humano, do cidadão. Já há uma construção da nossa parte, através da Secretaria de Meio Ambiente, para estabelecer esses processos de governança ambiental nessas áreas, para garantir que a BR-319 pavimentada seja mais um instrumento dessa governança ambiental”, reforçou.

“Marco de União”

Por meio de sua assessoria de imprensa, o senador Plínio Valério (PSDB-AM) disse à reportagem do Jornal do Commercio que vê a iniciativa como um marco de união dos Estados em torno de uma questão tão cara ao Amazonas. No entendimento do parlamentar, a oficialização de um canal institucional e político em favor da BR-319 deve fortalecer a luta pela revitalização da rodovia.

“Hoje, por exemplo, na reunião virtual que tivemos, vi representantes de todos os Estados interessados. Isso é muito bom, porque muitas vezes parece que a gente, Amazonas e Rondônia, estamos sozinhos nessa luta. Mas, vimos que não. E essa comissão mista vai servir para estarmos lembrando e cobrando essa questão de forma institucional”, afiançou. 

“Força ampliada”

Na mesma linha, o deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade-AM) confirmou à reportagem do Jornal do Commercio que já subscreveu o documento de criação da Frente Parlamentar Mista da BR-319 por ser esse mais um “potente instrumento de pressão” para que o Estado possa conseguir ser religado ao restante do país, por via terrestre. 

“Talvez com a força parlamentar ampliada, possamos vencer os militantes ambientalistas que tanto mal já fizeram ao povo do Norte, vide o caso da falta de oxigênio, que veio com o agravamento da pandemia. Não podemos ser socorridos com brevidade, porque tem mais de dez anos que o Ibama analisa o impacto ambiental do asfaltamento de uma estrada aberta que funcionou durante muitos anos.

Mobilidade da ZFM

Da mesma forma, o deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) garante que a Frente Parlamentar Mista em Defesa da BR-319 é uma força política para dar prioridade para uma rodovia que é importante para o Estado e também para o país. Na avaliação do político, esse será um ganho principalmente para a mobilidade das empresas da Zona Franca e redução de seu custo de operações logísticas, que é significativo. 

“Sofremos muito com o atraso no asfaltamento da rodovia, devido a governos que tinham pensamento equivocado e um falso ambientalismo. Porque o impacto ambiental já aconteceu e já existe. Os caminhões passam todos os dias lá, só que de forma precária. Precisamos asfaltar a BR-319 e dar dignidade e o direito de ir e vir do cidadão amazonense. A frente vai vigiar, fiscalizar, e se mobilizar para conseguir mais recursos para agilizar as obras, através de nossas emendas da bancada”, garantiu. 

Prioridade e celeridade

Outro representante do Amazonas que se diz otimista em relação à iniciativa é o deputado federal Delegado Pablo (PSL-AM). O parlamentar, por sinal, preside a Frente Parlamentar em Defesa da Amazônia no Congresso, iniciativa que reúne deputados federais e senadores que vem, entre outras ações, cobrando para ao Ministério da Infraestrutura para acelerar as obras na rodovia.

“A BR-319 tem sido uma de minhas pautas mais defendidas e trabalhadas por sua importância para o desenvolvimento do Amazonas e da região Norte. Estou certo de que, com nosso esforço conjunto, o governo federal dará ainda mais prioridade e celeridade aos trabalhos de pavimentação da rodovia”, finalizou.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email