Bovespa fecha pregão em alta de 0,55%

A Bolsa de Valores de São Paulo bateu novo recorde no encerramento do pregão de ontem, contrariando as expectativas. O mercado brasileiro conseguiu descolar das Bolsas americanas, puxado pelas principais ações, Vale do Rio Doce e Petrobras.

O Ibovespa, principal indicador da Bolsa, valorizou 0,55%, na marca histórica dos 62.661 pontos. Trata-se do 38º recorde somente neste ano. O volume financeiro foi de R$ 4,40 bilhões, abaixo da média dos primeiros pregões do mês.

A ação preferencial da Vale teve ganho de 0,21%, sendo negociada a R$ 51,29. No caso da Petrobras, a ação preferencial avançou 1,12%, cotada a R$ 61,84.
Apesar do feriado americano não ter interrompido os negócios das Bolsas americanas, o volume de negócios foi um pouco reduzido. Como 30% do giro de negócios da Bovespa está a cargo de investidores estrangeiros, o pregão brasileiro também ficou um pouco mais estreito na comparação com o forte fluxo de recursos registrado na semana passada.

Boa parte dos negócios de ontem foi realizado com ações da Vale do Rio Doce e, principalmente, Petrobras, que puxou a reviravolta da Bovespa nas últimas horas dos negócios.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email