Bovespa fecha em alta de 3,2%

Depois de ter um pregão marcado pelo medo da ampliação da crise do crédito imobiliário de alto risco (“subprime”) nos Estados Unidos, a Bovespa (Bolsa de São Paulo) devolveu as perdas, seguindo de perto o desempenho do mercado americano.
O bom humor foi causado pelo enfraquecimento dos temores sobre a saúde financeira dos bancos americanos e pela confirmação do corte de 0,75 ponto percentual nos juros americanos promovido pelo Fed (Federal Reserve, o Banco Central daquele país).
O Ibovespa -principal indicador da Bolsa paulista- avançou 3,2%, para 61.932 pontos. O giro financeiro foi de R$ 5,78 bilhões, em linha com a movimentação média desse ano, com cerca de 206 mil negócios realizados.
O mercado brasileiro andou em linha com as Bolsas americanas, que também fecharam com fortes altas. O índice Dow Jones avançou 3,51%, enquanto que o tecnológico Nasdaq Composite teve alta de 4,19%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email