Bovespa fecha com valorização de 2,39%

O Ibovespa, indicador que acompanha as ações mais negociadas, valorizou 2,39%, aos 63.194 pontos. O volume financeiro foi superior a R$ 15,7 bilhões. O giro foi inflado pelo vencimento de opções, desta vez sobre o índice Ibovespa, que movimentou cerca de R$ 4,5 bilhões.
A escalada de tensão no Oriente Médio causou algum estresse no mercado via disparada dos preços internacionais de petróleo.

O barril do tipo WTI, a referência global, atingiu a marca histórica dos US$ 89 no decorrer da jornada, mas fechando em torno dos US$ 87. Investidores ficaram nervosos com a possibilidade que a economia mundial seja afetada pela commodity mais cara.

Pela manhã, o mercado recebeu positivamente alguns indicadores da economia americana, que apontaram inflação dentro do esperado, junto com balanços de grandes empresas, como Coca-Cola e JP Morgan, ajudaram a melhorar o humor dos investidores. Havia preocupação de que os efeitos da crise dos “créditos subprime” derrubassem os resultados corporativos do trimestre anterior.

Na segunda metade do dia, as negócios nas Bolsas americanas reagiram mal à do petróleo, o que empurrou os investidores, no pregão doméstico, a venderem papéis e realizarem lucros.

O mercado doméstico, no entanto, ainda trabalha com perspectivas positivas para a Bovespa.

“O vencimento de opções do índice ontem mostrou claramente que o mercado estava comprador. Tinha investidor estrangeiro e investidor nacional com opção de compra”, nota Márcio Cardoso, sócio da corretora Título.
A Votorantim Celulose e Papel divulgou lucro líquido de R$ 278 milhões no terceiro trimestre, resultado 34% superior ao número do trimestre anterior.

O desempenho deste trimestre também representa um acréscimo de 121% sobre o lucro no terceiro trimestre do ano passado. A ação preferencial subiu 2,31%, a R$ 53.
A Petrobras informou que a produção do poço JUB-6, no Campo de Jubarte, atingiu 24 mil barris diários nos cem primeiros dias de operação de novo sistema de bombeamento.

A expectativa era de 10 mil barris/dia. Profissionais notam ainda que o papel da empresa recebe impulso adicional com a disparada dos preços do petróleo. A ação preferencial valorizou 1,54%, a R$ 67,54.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email