Bovespa fecha com leve queda, afetada pelo PIB

A Bolsa de Valores de São Paulo teve um dia instável, influenciada tanto pelo resultado do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro quanto pela cena externa, que foi negativa e arrastou o mercado nacional no final do pregão.
O Ibovespa, o mais importante indicador da Bolsa brasileira, encerrou o dia em leve baixa de 0,07%, aos 53.883 pontos. O volume financeiro foi de R$ 4,33 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York, principal referência externa dos negócios brasileiros, teve queda de 0,13%, aos 13.291 pontos (Dow Jones).
A taxa de risco-país marcou 207 pontos, número 1,42% inferior à pontuação final de terça-feira. A economia brasileira teve uma expansão de 0,8% no segundo trimestre frente aos primeiros três meses deste ano e de 5,4% ante o período de abril – junho do ano passado. O consenso de mercado apontava um incremento de 1,2% na variação segundo contra primeiro trimestre e de 5,6% nos 12 meses.
Em comentário sobre o PIB o departamento de pesquisa econômica do banco Santander apontou que já espera uma parada no ciclo de corte de juros, sintetizando uma boa parte das opiniões de analistas do mercado. “Os dados do PIB confirmam o padrão de crescimento da demanda doméstica em ritmo expressivo, com a diferença entre oferta e demanda sendo compensada por significativo aumento das importações.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email