11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Bovespa encerra semana de pessimismo com recuo de 0,41%

O mau humor com a economia mundial deu o tom dos negócios na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), que se manteve em terreno negativo na maior parte do pregão de sexta-feira.

O mau humor com a economia mundial deu o tom dos negócios na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), que se manteve em terreno negativo na maior parte do pregão de sexta-feira. A perspectiva de um ajuste dos juros nos EUA e o medo pela economia europeia foram os assuntos predominantes nas mesas de operações.
O Ibovespa, termômetro dos negócios da Bolsa paulista, retraiu 0,41% no fechamento, aos 66.794 pontos. O giro financeiro foi de R$ 6,46 bilhões.
Há pelo menos duas análises fortes, que influenciaram os negócios na jornada de hoje: primeiro, a percepção de que a economia americana melhorou o suficiente para que o Federal Reserve inicie a retirada de estímulos aos agentes financeiros; segundo, a avaliação de que o rebaixamento da “nota” da Grécia lança uma ‘sombra’ sobre as demais economias europeias, também às voltas com problemas fiscais.
Outros analistas também citaram a China: o governo desse país está preocupado com uma possível “bolha” no setor imobiliário -um assunto recorrente entre analistas econômicos- e também pode subtrair parte das medidas tomadas no auge da crise de 2008.
“O mercado comenta pelo menos dois sinais de que o FED (BC dos EUA) deve subir os juros: primeiro, os grandes bancos já começaram a devolver o dinheiro tomado (no pior momento da crise); segundo, o FED já avisou que vai reduzir parte daquelas operações de emergência para dar dinheiro ao setor financeiro. É possível que ele vislumbre uma grande melhora da economia no ano que vem, ou até o fim da recessão”, comenta Antonio Cesar Amarante, gestor de investimentos da corretora Senso.
Nos últimos dias, vários bancos e gestores de investimentos publicaram projeções em que apontam a Bolsa de Valores na casa dos 80 mil pontos, ou mais.
Para Amarante, é mais provável que o mercado de ações passe por um período de realização (vendas) ainda mais forte no curto prazo, derrubando o índice Ibovespa para os 65 mil pontos e, possivelmente, para os 60 mil.
“Ainda há um sentimento de otimismo exagerado com relação à economia mundial”, acrescenta.
Entre as principais notícias do dia, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) reportou uma taxa de desemprego de 7,4% em novembro, ante 7,5% no mês anterior. Trata-se do melhor resultado para um mês de novembro desde o início da série histórica, em 2002.
No front externo, o instituto econômico alemão Ifo informou que o nível de confiança do empresário da Alemanha na economia de seu país aumentou em dezembro para o maior patamar desde julho de 2008.
A OGX, braço de petróleo e gás natural do grupo EBX, do empresário Eike Batista, anunciou uma nova descoberta de indícios de petróleo em blocos na Bacia de Campos, a maior região produtora no país. Trata-se do oitavo anúncio neste ano, embora a empresa somente leve em consideração dois campos, com reservas definidas. A ação ordinária valorizou 3,60% no pregão da Bovespa.
A CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) ofereceu US$ 5,5 bilhões pela portuguesa Cimpor, maior produtora de cimento daquele país.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email