Bonturn vai movimentar setor de turismo e imóveis em Natal

Interessados em compra e vendas de produtos e serviços, principalmente relacionados às áreas de turismo e imóveis terão um ponto de encontro importante entre os dias 19 e 22 de novembro. É quando será realizada a segunda edição da Bonturn (Bolsa de Oportunidades de Negócios do Rio Grande do Norte), que deverá reunir cerca de nove mil pessoas no Centro de Convenções de Natal.
O evento foi lançado oficialmente para convidados em solenidade esta semana na Fiern (Federação das Indústrias local).
Composta por ciclo de palestras, mostra de produtos e serviços, rodadas de negócios e visitas técnicas, a Bonturn foca principalmente em investidores, nacionais e internacionais, que se concentram no evento para achar parceiros comerciais em diversas áreas no Rio Grande do Norte. Este ano, esse movimento deverá ser mais intenso, tendo em vista que foram inclusas as atividades de indústria, comércio e serviços em geral. As empresas interessadas devem entrar em contato com a administração do evento através do site www.bonturnatal.com.br .
De acordo com o presidente da entidade que organiza a Bonturn, o Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares, Paulo Gallindo, dois dos quatro dias do evento serão dedicados aos empresários que querem fazer negócios; eles devem formar um grupo de 900 pessoas. Entre os nomes internacionais confirmados, estão representantes do governo espanhol e da Asprima (Associação de Promotores Imobiliários de Madri).
Os outros dois dias permitirão acesso do público em geral, estimado em 8.000 pessoas – uma abertura cujo objetivo é mostrar os produtos e serviços das empresas, que estarão expostos em cem estandes no Salão Imobiliário e Turístico, integrante da Bolsa.
“Queremos estreitar o relacionamento entre órgãos oficiais, instituições financeiras, empresários e investidores, difundindo normas e regulamentos estabelecidos”, comentou Gallindo, referindo-se especialmente ao ciclo de palestras, que são focadas em temas como legislação e segurança.
Segundo Gallindo, na primeira edição da Bonturn, foram movimentados cerca de R$ 250 milhões em negócios fechados durante e a partir da Bolsa.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email