Vai um cafezinho, aí? Depois de passar por uma transformação geral, a tradicional cafeteria do Emporium Roma (rua Terezina, 351 – Adrianópolis) foi reinaugurada há duas semanas. O espaço está bem mais moderno e aconchegante, ideal para os clientes que desejarem aproveitar o momento tomando um café enquanto lêem ou trabalham, ou ainda queiram compartilhar uma conversa com amigos e familiares. O cardápio também foi totalmente reformulado e conta com a assinatura do barista da Nestlé, Renan Dantas, do chef e coordenador de confeitaria, Lucas Pyetro, e da nutricionista Lívia Ribeiro.

“A nova cafeteria traz um conceito moderno e sofisticado. O ambiente foi estruturado pensando no conforto dos clientes. A vitrine de doces e salgados também foi estruturada para que o consumidor visualize e tenha uma experiência gastronômica saboreando as delícias com o olhar”, explicou a nutricionista.

Com novo cardápio, totalmente diversificado, a cafeteria agora oferece mais experiências com o café, processado de diferentes formas e utilizado em várias receitas, além de uma variedade de opções doces e salgadas. O barista Renan Dantas veio até Manaus somente para elaborar o cardápio de bebidas e treinar toda a equipe responsável pelo preparo da bebida. Há opções desde os tradicionais expressos, até cafés moça, com leite, coado, macchiato, espumone, capuccino, mokaccino, mais achocolatados, leite e até chá quente.

“Temos até um cardápio vegano com coxinha de legumes; quiche de abobrinha, ou tomate seco e ervas, ou mesmo de shimeji; pasteis com ricota, nozes ou tomate; e chocolate vegano”, informou Lívia.

Na área de confeitaria, além das tortas e doces variados preparadas pelo chef Lucas Pyetro, os clientes já podem aproveitar as opções de panetone desenvolvidas para este Natal. Opções tradicionais de salgados, sanduíches como o x-caboquinho, tapiocas (com variados recheios de queijos) e crepiocas também fazem parte do cardápio.

A cafeteria do Emporium Roma funciona diariamente, das 7h às 21h. Informações: 2121-3535.

Reprises no Cine Casarão

O Cine Casarão (rua Barroso, 279 – Centro), estreou ontem e reprisa na tarde de hoje o filme ‘Tel Aviv em chamas’, às 16h30. Reprise também de ‘A febre’, às 18h30; e ‘Boca de ouro’, às 20h30. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Instagram @casaraodeideias, ao preço de R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). ‘Tel Aviv em chamas’ conta a história do jovem palestino Salam, ambicioso e sonhador, que se torna um escritor de novela de maneira ocasional, após um encontro casual com um soldado de Israel. Mas este é só o começo da história.

Encontro pela Consciência Negra

Comemorando o Dia da Consciência Negra, começa logo mais às 16h, o ‘Encontro das rodas de samba’, no restaurante do tradicional clube dos cinco aros, Olímpico Clube (av. Constantino Nery, esquina com Boulevard Álvaro Maia). No ‘Encontro’ irão se apresentar os grupos Pagode dos Mestres, Papo Reto, e os pagodeiros Zé Mário, Paulo Cabeça e Xuxu Nobre. O estacionamento e as mesas estão liberados, mas é bom chegar cedo porque o evento acaba às 22h. Informações: 9 8209-5846 e 9 9428-5466.

Tambores para São Benedito

Tambores vão soar lá para os lados da Praça 14 de Janeiro, a partir das 9h, em homenagem ao Dia da Consciência Negra, com um cortejo de maracatu na comunidade de São Benedito. Vão realizar performances para o público as cortes da Nação Geap (Grupo de Expressão Artística e Popular), do Quebramuro e do Eco da Sapopema, este, o grupo de maracatu mais antigo de Manaus, com onze anos de existência. Os grupos permanecerão na comunidade até a distribuição da tradicional feijoada de São Benedito, que iniciará ao meio-dia.

Turbantes para proteger o Ori

No final da tarde, das 18h às 20h, no Cervantes Bar, no Largo de São Sebastião, o professor Otto Franco irá promover uma oficina para ensinar as pessoas a fazerem turbantes. “Turbante, mais do que um pedaço de pano amarrado na cabeça, é um dos elementos de identificação visual da cultura negra no mundo. Antes de ser um adorno, possui significação no sagrado, proteção do Ori (ligação com o orixá). Praticantes dos cultos afros o usam para cobrir o Ori”, explicou Otto. A oficina é gratuita.

Até o tucupi de negritude

Sem precisar sair do Largo de São Sebastião, às 20h começa no Teatro Amazonas o show gratuito ‘Até o tucupi de negritude’. O evento, tendo à frente a cantora e produtora cultural Elisa Maia, apresenta Karen Francis, Kurt Sutil, Halaise Asaf, Andrewxx, Chapéu de Palha e DJ Rafa Militão. O ‘Até o tucupi de negritude’ é uma realização do Coletivo Difusão, com o apoio da Secretaria de Cultura. É necessário fazer o agendamento pelo www.teatroamazonas.com.br. O show terá transmissão online pela Fanpage do ‘Até o Tucupi’, no Facebook, e no canal do YouTube do Coletivo Difusão.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email