Bolsas sobem com otimismo sobre confiança entre bancos e crédito

As Bolsas européias fecharam em alta ontem. Os investidores viram com otimismo os sinais de que a confiança entre os bancos possa estar se recuperando, depois de todas as iniciativas já tomadas por governos de diversos países

As Bolsas européias fecharam em alta ontem. Os investidores viram com otimismo os sinais de que a confiança entre os bancos possa estar se recuperando, depois de todas as iniciativas já tomadas por governos de diversos países. Com a confiança restaurada, a expectativa é de que o fluxo de crédito possa ir aos poucos voltando ao normal, reativando a economia mundial.
A Bolsa de Londres fechou em alta de 5,41%, ficando com 4.282,67 pontos; a Bolsa de Paris teve alta de 3,56% e fechou com 3.448,51 pontos; a Bolsa de Frankfurt teve ganho de 1,12%, fechando com 4.835,01 pontos; a Bolsa de Amsterdã subiu 6,80% e ficou com 269,41 pontos; a Bolsa de Milão teve alta de 2,65%, fechando com 16.969 pontos; e a Bolsa de Zurique fechou em alta de 1,92%, com 6.216,46 pontos.

Pechinchas nas bolsas

Os investidores viram com otimismo a queda na taxa Libor, de juro interbancário no mercado internacional. A queda poderia ser vista como sinal de que as iniciativas dos governos de diversos países, de injetar recursos no sistema financeiro, garantir depósitos bancários e comprar papéis de bancos, podem estar surtindo efeito. Os juros interbancários mais baixos poderiam sinalizar uma recuperação da confiança entre as instituições bancárias e a retomada do ritmo normal dos mercados de crédito. Os investidores asiáticos voltaram às compras e as bolsas do continente subiram ontem. A de Tóquio (Japão), a principal da região, fechou em alta de 3,6%, aos 9.005,59 pontos. Segundo analistas, as altas foram causadas, principalmente, pelo movimento em busca de ações baratas nos mercados. Além de Tóquio, fecharam em alta as Bolsas de Hong Kong (4,34%), Austrália (3,90%), Coréia do Sul (2,28%) e China (2,16%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email