Bolsas registram queda com perdas em Wall Street e no setor bancário

As bolsas européias fecharam em queda ontem, com as perdas nas ações do setor bancário, puxadas pelos papéis do britânico Barclays, devido ao temor de exposição a investimentos ligados às hipotecas de risco nos EUA. As perdas em Nova York também afetaram os negócios na Europa.
A Bolsa de Londres fechou em queda de 1,90%, com 6.102,20 pontos; a Bolsa de Paris encerrou o dia em baixa de 2,08%, com 5.474,17 pontos; a Bolsa de Frankfurt perdeu 0,74% e fechou com 7.430,24 pontos; a Bolsa de Milão fechou em baixa de 1,71%, com 30.482 pontos; a Bolsa de Amsterdã fechou em queda de 1,95%, com 508,01 pontos; e a Bolsa de Madri fechou em baixa de 1,18%, com 1.556,86 pontos no índice Madrid General. As ações do Barclays caíram 3,6% depois que o jornal britânico ‘Financial Times’ informou que a exposição do banco a partir de sua ligação com o banco público do Estado alemão da Saxônia, o Sachsen LB, pode chegar a “centenas de milhões de dólares”. O Sachsen foi vendido ao LBBW (Landesbank Baden-Württemberg) por cerca de US$ 409 milhões.
Segundo o diário espanhol ‘El País’, a crise das hipotecas de risco nos Estados Unidos foi o fator que levou à venda do banco. Uma das dificuldades da venda, segundo o ‘El Pais’, foi avaliar e quantificar os riscos da instituição financeira.
O LBBW ainda pode devolver o Sachsen LB em caso de ocorrerem ‘riscos extraordinários’. O Barclays negou que tenha uma exposição ‘pesada’ aos créditos de risco.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email