Bolsas chinesas caem à espera de índice de inflação e a de Tóquio teve alta de 3,02%

As bolsas chinesas fecharam em baixa na quinta-feira, com as vendas de papéis dos setores bancário e imobiliário, devido à expectativa dos investidores sobre a inflação em maio.
A Bolsa de Xangai caiu 1,7%, para 3.401,44 pontos no índice Shanghai Composite. A Bolsa de Shenzhen, por sua vez, caiu 2,2%, para 1.033,69 pontos no índice Shenzhen Composite.
Os investidores chineses aguardam a divulgação do índice de preços ao consumidor referente a maio, à espera de indicações sobre eventuais modificações na política monetária -em particular, novos aumentos de juros, o que tende a desfavorecer os negócios.
Entre os papéis que mais caíram estiveram os do Industrial & Commercial Bank of China (-1,4%) e as da empresa do setor imobiliário China Vanke (-4,4%).
O índice Nikkei 225, da Bolsa de Tóquio (Japão), fechou em alta de 3,02%, aos 14.124,47 pontos; já o indicador Topix, que reúne todos os valores da primeira seção, subiu 2,36%, para 1.380,63 pontos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email