Bolsa de Xangai bate novo recorde

A Bolsa de Xangai fechou em alta de 2% ontem, com nova pontuação recorde, 5.421,39 pontos no índice Shanghai Composite, apesar da alta dos juros do Banco do Povo da China (banco central chinês). A Bolsa de Shenzhen também fechou em alta de 2% no índice Shenzhen Composite.
Na sexta-feira, dia 14, o BC chinês anunciou uma elevação de 0,27 ponto percentual em sua taxa de empréstimo em yuan de um ano, para 7,29%, e a taxa de depósito em yuan de um ano para 3,87%. Foi a quinta vez neste ano que a China elevou os juros, a fim de combater a alta da inflação.
Na semana passada, o governo informou que a inflação anual ao consumidor do país disparou em agosto, para 6,5% -maior nível em 11 anos.
No fim de semana, o vice-presidente do BC chinês Wu Xiaoling disse que os bancos comerciais no país estão aumentando demais sua exposição a riscos com excesso de empréstimos. Entre janeiro e agosto, os bancos chineses aprovaram um total de US$ 409 bilhões em novos empréstimos -em 2006 como um todo, foram aprovados US$ 425 bilhões em novos empréstimos.
A Bolsa de Hong Kong caiu 1,2%, para 24.599,34 pontos, com as vendas dos papéis no setor imobiliário. Os investidores seguem cautelosos, com a espera pela decisão do Federal Reserve, sobre sua taxa de juros, em reunião que está programada para hoje.
A Bolsa de Tóquio esteve fechada ontem devido a um feriado nacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email