Bolsa de Tóquio fecha em queda de 0,3%, com balanços e Egito

A Bolsa de Tóquio fechou em queda diante da rebelião civil cada vez mais violenta no Egito e dos balanços decepcionantes de empresas importantes, como Panasonic e Ricoh, que ofuscaram as boas notícias da Fast Retailing. O índice Nikkei 225 caiu 26,0 pontos, ou 0,3%, e fechou aos 10.431,36 pontos nesta quinta-feira.
O mercado abriu no território negativo e permaneceu sob pressão vendedora por todo o dia, com pesado volume de vendas das ações da Panasonic e da Ricoh, que desapontaram os investidores com a divulgação de balanços fracos depois do fechamento de quarta-feira. Panasonic caiu 3,2% após a companhia informar que o lucro operacional do trimestre outubro-dezembro baixou 6% em relação ao mesmo período do ano anterior, para 95,3 bilhões de ienes.
Os papéis da Ricoh caíram 9,9%, chegando ao nível mais baixo desde fevereiro de 2009, após a empresa apresentar lucro líquido de 7,8 bilhões de ienes em seu terceiro trimestre fiscal, comparado a um lucro de 12,6 bilhões de ienes um ano antes.
Além da sensibilidade do mercado aos balanços, os investidores operaram na expectativa do resultado da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) hoje e de cúpula da União Europeia na sexta-feira, disse Kiyoshi Noda, administrador de fundos da MU Investments.
A revolta civil cada vez mais violenta no Egito também está pesou no sentimento dos investidores, observou Yumi Nishimura, vice-gerente geral de estratégia de investimentos da Daiwa Securities Capital Markets.
A fraqueza do mercado em geral foi parcialmente compensada pelo desempenho da varejista Fast Retailing, que fechou com alta de 3,8% depois de anunciar que as vendas na categoria “mesmas lojas” de sua rede de vestuário casual Uniqlo cresceram 10,7% em janeiro na comparação com o mesmo mês de 2010. Foi o primeiro aumento em seis meses. A trading Mitsui adicionou 1,9% depois de revisar para cima sua projeção de lucro líquido no ano fiscal corrente, de 320 bilhões de ienes para 370 bilhões de ienes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email