BMW X5 a hidrogênio será fabricado

Uma das pioneiras em carros eletrificados, a BMW já pensa em transformar alguns de seus modelos mais icônicos em veículos "hidrogenizados". A montadora alemã, sob o guarda-chuva do conceito i Hydrogen Next, lançará uma nova versão do SUV BMW X5 movido a células de hidrogênio em 2022. Para ajudar os alemães nessa empreitada, a Toyota, que já possui alguma expertise nesse tipo de combustível, vai contribuir com a fabricação desse novo produto.

De acordo com a BMW, o X5 terá potência total de 374 cv, já que, além de movido a hidrogênio, o carro terá um motor elétrico, o mesmo visto no iX3. O sistema de células de combustível gera 125 kW de energia elétrica pela reação química entre o hidrogênio armazenado e o oxigênio no ar ambiente, fazendo com que o veículo emita somente vapor de água. Ele usa dois cilindros de 700 bar, cada um com 6 kg de hidrogênio, que podem ser reabastecido em 3 ou 4 minutos, o mesmo tempo necessário para encher um tanque de combustível normal. O consumo, porém, ainda não foi revelado.

A montadora planeja expandir o abastecimento por hidrogênio para outros modelos apenas a partir de 2025. Isso porque ainda será necessário fazer uma série de estudos mercadológicos para a que a produção desse tipo de motorização se "popularize".

A ajuda da Toyota será importante, pois a marca japonesa já tem alguma experiência com carros a hidrogênio, como o Mirai, que é fabricado desde 2015 e já ganhou uma segunda geração.

Ferrari é a marca mais rentável do mundo – Lucro em 2019 foi de 23,6%

Crédito: Divulgação

A Ferrari já é considerada a marca mais valiosa do mundo – e talvez a mais bem protegida protegida por direitos do planeta – e parece que agora é também aquela que tem o maior lucro operacional entre as marcas tradicionais.

De acordo com um estudo do Fiat Group World, que não tem ligação oficial com a Fiat Chrysler, a marca italiana tem o maior lucro por carro vendido do mundo. Em 2019, o fabricante de Maranello vendeu 10.131 superesportivos, sendo que o lucro operacional da mesma foi de 23,6%.

Um ano antes, a Ferrari embolsou em cada carro vendido, nada menos que € 87.297 de lucro. Mas, de volta ao ano seguinte, uma comparação da Car Industry Analysis, dá uma ideia de como a marca do cavalino rampante tem de lucratividade.

A Car Industry Analysis utilizou algumas marcas nesse comparativo, indicando o quanto de carros estes fabricantes precisam vender para obter o mesmo lucro da Ferrari.

Nesse comparativo, a BMW teria de vender 30 carros, por exemplo, para chegar ao mesmo nível da Ferrari. A Toyota teria de emplacar 44 veículos. A VW teria que vender 56, enquanto a PSA ficaria nos 65 automóveis para cada bólido italiano vendido. A Mercedes? 67. Contudo, estas marcas ainda estão bem na comparação. A Kia precisa vender 155, mas a Jaguar Land Rover não pode fazer o mesmo abaixo de 207 carros! Ford e Nissan? Precisam de 908 e 926, respectivamente.

Triton Model H: SUV elétrico para 8 pessoas

Crédito: Divulgação

A Triton Solar é uma startup americana que apresentou seu primeiro produto voltado para o mercado americano, o Model H. Com sorte por ter conseguido registrar a designação, em meio aos avanços de Tesla e Ford no termo “Model”, a empresa aparece com um SUV bem típico dos EUA.

Tendo espaço para oito pessoas, o Triton Model H é um tipo de Chevrolet Suburban totalmente elétrico, mas que utiliza portas traseiras corrediças como de minivans americanas, por exemplo. Com linhas imponentes e um porte realmente avantajado, o SUV eletrificado chama atenção por algo mais importante que o tamanho, a autonomia.

De acordo com a Triton Solar, o Model H utiliza baterias de lítio com nada menos que 200 kWh de capacidade, o que permite ao enorme utilitário esportivo alcançar excelentes 1.127 km. Essa autonomia é simplesmente o dobro daquela alcançada pelos SUVs mais potentes e caros do segmento de elétricos.

Fonte: Lilian D´Araujo

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email