Blitz documental da Sefaz identifica irregularidades

A Secretaria de Estado da Fazenda realiza desde o dia 6 de julho blitz cadastral e documental na área central de Manaus e na zona leste a fim de identificar irregularidades, orientar os contribuintes e auxiliar na devida correção dos pro­blemas fiscais.
Até a última sexta-feira, foram visitados 80 estabelecimentos por 8 auditores fiscais que se concentram na rua Marechal Deodoro, no centro e na rua Hilário Gurjão, mais conhecida como rua do Fuxico, localizada na zona leste.
As empresas que funcionam sem a devida inscrição estadual expedida pela Sefaz são orientadas a baixar as portas e se cadastrar no prazo de 72 horas. Quem não segue a recomendação tem o estabelecimento lacrado, as mercadorias apreendidas e encaminhadas ao depósito da secretaria que funciona no bairro do São Francisco, zona centro-sul.
Ao estruturar a blitz a equipe da fiscalização acreditava-se que o maior número de irregularidades na zona leste seria de empresas clandestinas que operam sem qualquer res­paldo por parte do fisco municipal, estadual e federal. No entanto, apenas 20% dos vi­sitados até o momento fazem parte do grupo dos “inexis­tentes juridicamente”.
A maior infração, mais de 60% dos negócios que se localizam na zona mais populosa e pobre da cidade não expedem o documento fiscal em todas as operações comerciais realizadas o que tem causado perdas aos cofres públicos.
Nestes casos, um auditor fiscal permanece no local pelo prazo de duas semanas a fim de acompanhar a rotina da empresa. Ao final deste período, é feita uma comparação entre o que vinha sendo declarado e o efetivamente apurado durante o regime especial de fiscalização.
Caso exista uma divergência grande entre os valores, a secretaria promoverá uma avaliação criteriosa da movimentação fiscal do empreendimento a fim de constatar se foi um período atípico de super faturamento ou se aconteceu sonegação, o que poderia levar a penalidades como o pagamento de multas e até o desenquadramento de regime.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email