29 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

BID financia expansão de fábrica da TECSIS

O BID está examinando oportunidades de financiamento para vários projetos de energia eólica, tanto de empresas públicas como privadas.

A TECSIS (Tecnologia e Sistemas Avançados Ltda), importante fabricante brasileira de pás para turbinas de energia eólica, obterá um empréstimo de US$ 120 milhões do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para reestruturar sua dívida e investir em novas linhas de produção.
O novo financiamento é o primeiro de uma organização multilateral para a fabricação de componentes para a indústria de energia eólica. O BID está examinando oportunidades de financiamento para vários projetos de energia eólica, tanto de empresas públicas como privadas. O Banco também planeja apoiar os países no estabelecimento de condições necessárias para desenvolver iniciativas no setor de energia eólica.

Fluxo de caixa

O empréstimo deve liberar o fluxo de caixa da empresa, que atualmente é utilizado para serviço da dívida. A TECSIS poderá investir em novos projetos de expansão, permitindo que a empresa se mantenha como um dos fornecedores mais eficientes e competitivos em nível mundial. Os Estados Unidos são hoje o principal mercado da empresa, sediada em Sorocaba, no estado de São Paulo. O financiamento permitirá que a TECSIS aumente sua produção de linhas de pás personalizadas para clientes do setor de energia eólica.

Duas Parcelas

O financiamento do BID é composto de duas partes. O empréstimo A será de US$ 60 milhões, advindos do próprio capital do Banco, enquanto o empréstimo B será de aproximadamente US$ 60 milhões, financiado por instituições financeiras que subscrevem acordos de participação com o Banco Interamericano.
“A participação do BID em tecnologia de energia renovável pode ser importante incentivo para empreendedores e instituições financeiras investirem mais nesse setor”, disse o líder de equipe do projeto do BID, Edson Mori.

Fonte de energia

A energia eólica é hoje uma fonte de energia estabelecida em mais de 50 países. Embora correspondesse, em 2006, a apenas 1,2% da capacidade elétrica instalada mundial total, o mercado para a energia eólica tem se expandido mais rapidamente que o de qualquer outra fonte de geração de eletricidade. “Com os altos preços do petróleo, a energia eólica tornou-se uma prioridade em muitos países como uma fonte de energia renovável a ser desenvolvida”, disse o líder Mori.
“Espera-se que as turbinas eólicas venham a ser competitivas até mesmo como uma fonte de energia secundária em um cenário de preços mais baixos para o petróleo.”

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email