BID e AL analisam microcrédito para estimular desenvolvimento

Representantes dos países latino-americanos analisam na quinta-feira, em San Salvador, a política de microcréditos para empreendedores sem recursos, em um fórum patrocinado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A rainha Sofia, da Espanha, participa do encontro.

“Apesar de todo o trabalho dos doadores, de governos e financistas, milhões de microempresários ainda não conseguem obter financiamento para manter ou desenvolver seu negócio. Devemos nos voltar para uma verdadeira democratização dos créditos”, disse o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, ao inaugurar o 10º Fórum Interamericano da Microempresa em um hotel de San Salvador. Participam do evento, que termina amanhã, representantes de entidades fi-nanceiras, bancos estatais da América Latina e o Caribe, assim como representantes de diplomatas das nações acreditados em El Salvador. A rainha Sofia da Espanha e o presidente salvadorenho, Antonio Saca, assistiram à abertura do fórum.

O presidente do BID afirmou que os países agora “devem pensar em como melhorar as políticas de inclusão social, tomando como parâmetro o setor das microfinanças pois este é o verdadeiro canal para a inclusão social”. “As oportunidades são criadas já com vistas ao macro, ou pelo menos ao micro”, destacou Moreno, acrescentando que isto fez com que o BID se visse obrigado a mudar sua maneira de se aproximar dos países que precisam aumentar o acesso ao microcrédito.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email