BC vê crescimento “consistente” de 0,7% até fim do ano

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou que o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro deve ter um crescimento médio de 0,7% nos dois últimos trimestres de 2010, sempre em relação ao trimestre anterior. Meirelles afirmou também que o dado de uma expansão de 1,2% no segundo trimestre, está dentro das previsões do BC, que havia divulgado no mês passado um cálculo de 1,3% para a expansão da atividade nesse período.
“Esperamos um crescimento moderado no terceiro trimestre e no quarto, fazendo com que a economia venha a crescer em torno do equilíbrio longo prazo do país”, afirmou Meirelles. “O BC está totalmente confortável com esse crescimento.”
Meirelles afirmou ainda que os resultados do segundo semestre não serão “exagerados” como no primeiro trimestre, mas “consistentes” com o equilíbrio de longo prazo.
Afirmou ainda que a economia mundial vive um momento de grande volatilidade desde o final da crise de 2009 e que é preciso “serenidade” para os analistas econômicos e empresários na análise dos dados. Meirelles disse que, a despeito do crescimento da economia em ritmo maior que o esperado no segundo trimestre, a atividade está acomodada há alguns meses, com “crescimento nulo” no segundo trimestre. O argumento de Meirelles foi feito com base no novo Índice de Atividade Econômica do Banco Central, o IBC-Br. O indicador é considerado um dado precedente do PIB. De posse desses dados, o BC observa que, apesar de a média do segundo trimestre ser 1,3% maior que a média do primeiro trimestre, a economia está praticamente estável na comparação mês a mês. Ou seja, no segundo trimestre a economia estacionou em um patamar médio mais elevado que a média do primeiro trimestre.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email