7 de maio de 2021

BASF se compromete com mulheres na ONU

Em outubro, reafirmando seu envolvimento ativo com o Pacto Global das Nações Unidas (UNGC), a BASF assinou mundialmente o compromisso pelos Princípios de Empoderamento das Mulheres, conhecido como WEPs (Women’s Empowerment Principles). No Brasil, a companhia aderiu à iniciativa em 2018 e já foi premiada pela instituição no ano passado devido ao intenso trabalho pela equidade de gênero. O reconhecimento é entregue às empresas empenhadas em promover o empoderamento das mulheres, contribuindo ainda com os ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) das Nações Unidas, dos quais a BASF prioriza 6 dos 17 deles.

O compromisso local e global está alinhado aos valores e propósito da BASF, que valoriza a diversidade e a inclusão para promover a equidade ao longo de toda a jornada dos colaboradores e nos processos de gestão de pessoas. Dentre os quatro grupos de afinidade, que atuam dentro e fora da empresa, está o Women in Business (WIB), focado na equidade de gênero. Esses grupos de trabalho, formados voluntariamente por colaboradores, se reúnem periodicamente e, dentre as principais conquistas, estão pesquisas internas, processos para atração e contratação de talentos, treinamentos, programas de desenvolvimento e comunicação para conscientização.

Há mais de quatro anos o WIB investe em ações concretas para alcançar a equidade de gênero. Durante essa trajetória, o programa alcançou diversas realizações, desde premiações, como o próprio Prêmio WEPs 2019, até a redefinição de processos e benefícios. Um dos avanços foi a implementação do Espaço Mamãe em todas as localidades, um ambiente acolhedor e seguro para facilitar a rotina de gestantes e lactantes.

Além disso, foram desenvolvidos pela área de Recursos Humanos com apoio do WIB, programas de bem-estar, um plano robusto de licença maternidade e paternidade nos diferentes formatos de família, um canal sigiloso de acolhimento a colaboradores e familiares, painel diverso para entrevistas de candidatos e programas voltados aos estagiários para formação de uma geração mais consciente.

A busca do WIB é também ampliar a participação masculina nas discussões de gênero. E, nesse sentido, a atuação de homens neste grupo de afinidade tem contribuído para alavancar essa agenda. Além disso, a plataforma de diálogo com clientes e fornecedores foi ampliada.

Atualmente, as mulheres representam 30,4% dos colaboradores da BASF América do Sul, e o WIB atua fortemente para que esse número seja cada vez maior, sobretudo em posições de liderança, atraindo e retendo talentos, garantindo benefícios e promovendo um ambiente equânime. Hoje 31,3% das mulheres da BASF são líderes, sendo que três mulheres integram o Comitê Executivo da BASF na América do Sul.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email