Basf deve iniciar construção de fábrica de oxidação no quarto trimestre deste ano

No quarto trimestre de 2008, a Basf dará início à construção de uma segunda fábrica de oxidação para produção de ceras sintéticas em seu complexo químico de Ludwigshafen, Alemanha. A partir de 2010, a capacidade será duas vezes maior do que a atual, para produzir centenas de toneladas de ceras oxidadas por meio de um processo desenvolvido pela própria empresa.
Essas ceras são usadas principalmente no processamento de plásticos, nas tintas automotivas, e até mesmo na formulação de pastas de dente. “Este investimento trará benefícios também para a região, pois com o dobro da capacidade atual, teremos condições de aumentar nossa competitividade e dessa forma ganhar mercado”, afirma Jennifer Schmitz, coordenadora de marketing de Detergentes e Formuladores para América do Sul.
Assim como na unidade de produção atual, em funcionamento já há mais de dez anos, as matérias-primas –ceras “PE” (ceras de polietileno de baixa densidade)– serão fornecidas pelas fábricas de polimerização do próprio complexo químico. Desta forma, a nova unidade se ajustará perfeitamente ao sistema integrado de matérias-primas e energia, do complexo localizado em Ludwigshafen. “Enquanto a nova planta estiver em cons­trução, também modernizaremos nossa planta atual utilizada para a produção de ceras “PE”,” disse dr. Thomas Greindl,­ diretor de marketing de Care Chemicals & Formuladores.
“Graças à crescente demanda por plásticos em toldo o mundo, o mercado de ceras de alta qualidade continuará se expandindo,” completou Greindl. “Esperamos, com isso, oportunidades de cresci-mento mais atrativas para os nossos produtos.” A Basf comerciali-za mundialmente suas ceras de alta qualidade no segmento de es-pecialidades, disponíveis no mercado em forma de pó, pó fino, grâ-nulos, pastilhas ou em emulsões líquidas.
Em plásticos como PVC, por exemplo, as ceras são usadas como agentes lubrificantes e dispersores. Com o auxílio dos agentes, é possível reduzir a quantidade de energia necessária em maior processamento. Em produtos para o cuidado de pisos e calçados, as-sim como para produtos de polimento e acabamento automotivos, as ceras proporcionam proteção e brilho. O papel brilhoso de revistas também recebe uma cobertura de cera durante sua impressão, para que a tinta não se solte nas mãos ao virar suas páginas. Como um abrasivo neutro em cremes para dentes sensíveis, as ceras complementam o processo de limpeza. As camadas finas de cera encontradas em frutas cítricas as protegem de secagem e manchas. Gomas de mascar também recebem uma camada de filme de cera protetora para conservar seu sabor.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email