Barroso minimiza falha e pane no TSE

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Luís Roberto Barroso, passou a minimizar os problemas que levaram ao atraso na divulgação do resultado das eleições municipais e não garantiu que o segundo turno será livre de falhas.

Barroso também apresentou uma nova versão para a origem do problema.

Sobre as tentativas de ataques contra o sistema do TSE, o ministro apontou a existência de articulação de milícias digitais, que atuaram de forma a desacreditar todo o sistema eleitoral brasileiro.

“A vida tem um componente de aleatoriedade que nem sempre é possível prever”, afirmou o ministro, quando questionado se a situação já estaria normalizada a tempo para o segundo turno.

Barroso afirmou que os problemas serão sanados e que tem confiança na sua equipe que gerencia os sistemas de informação. Também disse ter “fé que não ocorrerá” novos problemas.

O ministro também voltou a afirmar que um atraso de duas horas não configura uma situação de grande gravidade. “Tem país esperando há 14 dias a divulgação final do resultado [das eleições]”, afirmou, em referência aos Estados Unidos.

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (16), o presidente do TSE afirmou que o problema que atrasou a contabilização dos votos é resultado do atraso na entrega de equipamentos adquiridos da empresa Oracle.

O contrato de R$ 26 milhões, válido por 48 meses, foi assinado em março, mas os equipamentos foram entregues apenas em agosto por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Essa demora impediu que nele se realizassem os testes prévios com reprodução do exato ambiente das eleições. Aí a origem do problema, e a pandemia ademais trouxe dificuldade de interação humana, o que acarretou complexidade a todo o processo”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email