Bancos devem devclara duas vezes ao ano

A Instrução Normativa da RFB (Receita Federal do Brasil) que criou o novo ­documento de prestação de contas foi publicada ontem, no Diário Oficial da União

Desde ontem, instituições financeiras como bancos, cooperativas de crédito e associações de poupança e empréstimo vão ter que apresentar, duas vezes ao ano, em meio digital, a Dimof (Declaração de Informações sobre Movimentação Financeira).

A Instrução Normativa da RFB (Receita Federal do Brasil) que criou o novo ­documento de prestação de contas foi publicada ontem, no Diário Oficial da União.

A obrigatoriedade da apresentação da Dimof se aplica a casos em que, a cada semestre, os montantes globais movimentados forem superiores a R$ 5.000, no caso de pessoas físicas, e a R$ 10 mil no caso de pessoas jurídicas.

A instituição financeira que não apresentar a declaração pagará multa de R$ 50 por grupo de informações incompletas ou omitidas e, se houver atraso na apresentação, pagará multa de R$ 5.000 por mês-calendário ou fração.

Detalhamento de emissões

As instituições vão prestar informações sobre operações financeiras efe­tuadas pelos seus usuários, tais como depósitos à vista e a prazo, pagamentos efe­tuados em moeda corrente ou em cheques, emissão de ordens de crédito e resgates. Os titulares das operações terão que ser identificados pelo número de inscrição no CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) ou no CNPJ ­(Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

A declaração deverá conter também os montantes globais mensalmente movimentados, mas não poderá facilitar a identificação da origem ou do destino dos recursos utilizados.

Acesso pode ser on-line

A Coordenação-Geral de Fiscalização e a Coordenação de Tecnologia e Segurança da Informação da Receita serão responsáveis por criar o aplicativo para apresentação da Dimof, na página da RFB, o www.receita.fazenda gov.br.

As instituições financeiras têm até o dia 15 de dezembro para apresentar a declaração referente ao primeiro semestre deste ano. Depois disso, valerá a regra estabelecida pela Instrução Normativa (nº 811) da Receita, pela qual a Dimof do segundo semestre do ano anterior deve ser apresentada até o último dia útil do mês de fevereiro e a do primeiro semestre do ano em curso deve ser entregue até o último dia útil do mês de agosto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email