Banco Itaú obtém lucro líquido de R$ 4,1 bi no primeiro semestre

O Banco Itaú Holding Financeira obteve lucro líquido ­consolidado no primeiro semestre de 2008 de R$ 4,1 bilhões, com rentabilidade anualizada de 27,7% sobre o patrimônio líquido médio. O lucro líquido recorrente apresentou crescimento de 6,2% em relação ao primeiro semestre de 2007 e rentabilidade anualizada de 27,5%. O patrimônio líquido consolidado de R$ 30,3 bilhões evoluiu 14,3% sobre junho de 2007. O índice de Basiléia ao final de junho de 2008 foi de 16,4%.
As ações preferenciais do Itaú tiveram valorização de 3,1% quando comparadas às cotações de 31 de março de 2008. O valor de mercado do Itaú em Bolsas de Valores era de R$ 96,7 bilhões ao final de junho. Destaca-se no semestre a recompra pela tesouraria de 1% do total das ações em circulação, o equivalente ao montante de R$ 1,3 bilhão. Sem redução do capital, foram canceladas 10,3 milhões de ações ordinárias e 15,0 milhões de ações preferenciais, todas escriturais, de emissão própria, existentes em tesouraria. Na AGO/E de 23 de abril de 2008 foi deliberada bonificação, na proporção de uma nova ação para cada lote de quatro ações da mesma espécie. Os dividendos mensais foram mantidos em R$ 0,012 por ação, de modo que os valores pagos aos acionistas aumentaram em 25%, após a inclusão das ações bonificadas na posição acionária.
O Itaú recolheu ou provisionou R$ 3,8 bilhões em impostos e contribuições próprios relativos ao semestre. Além disso, os tributos retidos e repassados, incidentes diretamente sobre a intermediação financeira totalizaram R$ 2,7 bilhões. Os ativos consolidados do Itaú evoluíram 34,6% em relação a junho de 2007, totalizando R$ 343,9 bilhões. A carteira de crédito, incluindo avais e fianças, apresentou crescimento de 41,3% em relação a igual período do ano anterior, atingindo R$ 148,1 bilhões.
No Brasil, a carteira de crédito livre, pessoa física, avançou 38,3% em relação a junho de 2007, atingindo R$ 62,3 bilhões e o segmento de micro, pequenas e médias empresas cresceu 66,2% em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando R$ 29,8 bilhões. Os recursos próprios livres, captados e administrados ampliaram-se em 23,2% sobre igual período do ano anterior, totalizando R$ 514,7 bilhões. Os depósitos à vista, a prazo e de poupança cresceram 22,8%. As provisões técnicas de seguros, previdência e capitalização atingiram R$ 26,6 bilhões, evoluindo 23,8% em relação a junho de 2007.

Banco consquita 1º lugar em originação de operações com renda variável

O Banco Itaú BBA consolidou a liderança em originação e distribuição de operações de renda fixa e securitização, com participações de mercado de 46% e 51%, respectivamente, e conquistou o primeiro lugar em originação de operações em renda variável, com participação de mercado de 29%, conforme ranking Anbid de junho de 2008. Além disso, recebeu o prêmio Worlds Best Investment Banks 2008, na categoria Brasil, concedido pela “Global Finance”, publicação americana especializada em instituições financeiras de todo o mundo.
O Itaú contava com 69.163 colaboradores no final de junho. Com investimentos na expansão de áreas de atendimento a clientes, particularmente em novos negócios, a quantidade de colaboradores apresentou crescimento de 7,8% em relação a igual período de 2007.

Remuneração de pessoal

A remuneração fixa do pessoal, somada aos encargos e benefícios, totalizou R$ 2,5 bilhões no semestre. Os ­benefícios sociais proporcionados aos colaboradores e seus dependentes repre­sentaram R$ 420 milhões. E ainda, foram investidos R$ 47 milhões em programas de formação, treinamento e desenvolvimento.
Seguindo sua estratégia de crescimento orgânico, fortalecida pelas oportunidades geradas pela estabilidade econômica e a elevação da renda da população, o Itaú Holding continua investindo na forte expansão de sua rede de atendimento. No primeiro semestre foram inauguradas 63 agências e pontos de atendimento bancário em empresas. Até o final do ano, prevê-se a inauguração de mais de cem novas agências.
Em abril de 2008, o Banco Itaú adquiriu a totalidade das ações da Unión Capital AFAP S.A., empresa administradora de fundo previdenciário que detém 20% do mercado dos ativos dos fundos de pensão do Uruguai. A efetivação da operação foi aprovada pelos órgãos reguladores em julho de 2008.

Ratings de crédito da instituição são elevados pela Standard & Poors

O Itaú foi eleito o Melhor Banco de Varejo na América Latina dos últimos vinte anos pela “Revista Latin Finance” e, pelo segundo ano consecutivo, a Empresa Melhor Administrada na América Latina no setor bancário e financeiro pela Revista Euromoney. Além de ser considerado o Melhor Banco de Mercados Emergentes na América Latina, pela “Global Finance”, e o Melhor Banco de Varejo, pela FGV/Conjuntura Econômica.
Em 30 de abril de 2008, a Standard & Poors, agência classificadora de riscos, elevou os ratings de crédito de longo prazo em moeda estrangeira e moeda nacional, do Banco Itaú e Banco Itaú BBA, de BBB- para BBB, mantendo-os no mais alto nível concedido a bancos brasileiros. Em 3 de junho de 2008, a Fitch Ratings elevou os ratings de crédito de longo e curto prazo em moeda estrangeira e nacional do Banco Itaú, Banco Itaú BBA e Itaú Holding.
No semestre, o Itaú Holding investiu R$ 55 milhões em projetos sociais e culturais, destacando-se: a adoção pelo Ministério da Educação do Programa Escrevendo o Futuro, agora transformado na Olimpíada da Língua Portuguesa; e a continuidade do Programa Melhoria da Educação no Município. As exposições do Itaú Cultural foram visitadas por cerca de 180 mil pessoas. Na agenda de sustentabilidade, merece destaque o lançamento do Prêmio Itaú de Finanças Sustentáveis e os dois ­primeiros debates do ciclo de 2008 dos Diálogos Itaú de Sustentabilidade.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email