Banco inaugura nova agência em Manaus nesta segunda

Aproveitando a vocação comercial e industrial da cidade, o Banco Real promove nesta segunda-feira, às 19h, o coquetel de inauguração da sexta unidade na capital amazonense. O objetivo da instituição financeira é ampliar em 30% a abertura de contas na capital e abrir no mínimo cinco novos postos de atendimento bancário, além de caixas eletrônicos no próximo ano.

A Agência Manaus Distrito Industrial, localizada na avenida Silves, 187, no Crespo São Lázaro, possui 600m2 distribuídos em dois pavimentos e estacionamento próprio. As quase 500 empresas sediadas no PIM (Pólo Industrial de Manaus) são clientes em potencial para a nova unidade, em especial aquelas de pequeno e médio porte, fornecedoras de produtos e serviços de grandes companhias.

As estratégias do banco para conquistar novos clientes são: eficiência no atendimento, relacionamento per­sonalizado com base na con­fiança mútua, taxas e tarifas competitivas.

Local estratégico

O superintendente-executivo, Carlo Mantovani, destacou que a escolha do local é estratégica, pois aproxima ainda mais o banco do Distrito Industrial de Manaus. “Todos ganham com esta nova agência. O cliente e o novo cliente poderão contar com a nossa assessoria financeira nas proximidades da sua empresa ou local de trabalho; o banco que poderá aumentar a sua base de clientes; e a sociedade, uma vez que um investimento numa agência bancária sinaliza o bom desempenho econômico da região”, observou.

O foco do Banco Real está no porte da cidade, com cerca de 1,8 milhões de habitantes e PIB (Produto Interno Bruto) de R$ 35 bilhões, devido às empresas de tecnologia, telecomunicações, motos e mo­tocicletas instaladas na região. “Juntas, estas empresas geram 100 mil empregos diretos; a proporção de indiretos pode ser de até três vezes mais; e produzem a totalidade de motos, TVs, celulares e monitores fabricados no país”, justificou o superintendente Carlo Mantovani.
 
Sobre a instituição

O Banco Real é o terceiro maior banco privado em ativos do país. No terceiro trimestre de 2007, a instituição financeira e as empresas do grupo ABN Amro no Brasil apresentaram lucro líquido de R$ 2.249 milhões, um aumento de 77% com relação ao mesmo período de 2006. Somam-se a esses números mais de 33 mil funcionários, cerca de 2.000 agências e PABs (Postos de Atendimento Ban­cário) e mais de 7.700 pon­tos de venda em todo o ter­ritório nacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email