Banco chinês faz parceria com Bear Stearns, dos Estados Unidos

Os bancos de investimentos Bear Stearns, dos EUA, e Citic Securities, da China, anunciaram, ontem, a formação de uma parceria para a criação de uma “joint venture” na Ásia, que envolverá investimentos de US$ 1 bilhão de ambas as instituições.

O Citic, instituição financeira do governo chinês que realiza investimentos no exterior, irá receber títulos que poderão ser convertidos em uma participação de cerca de 6% no Bear Stearns –a participação pode chegar a 9,9%. O banco norte-americano, por sua vez, deverá adquirir uma participação similar no Citic.

As duas instituições ainda informaram que formarão uma “joint venture” com base em Hong Kong para oferecer serviços aos mercados asiáticos de capitais em Hong Kong, Tóquio e Cingapura. As duas empresas também irão desenvolver novos produtos financeiros para o mercado chinês.

Entre os maiores bancos de investimento dos Estados Unidos, o Bear Stearns foi o que mais ficou exposto às hipotecas de alto risco (“subprime”). Neste ano, a instituição já demitiu cerca de 40% do seu quadro de funcionários ligados a este tipo de crédito.

O banco ainda fundiu as suas duas unidades –a de hipotecas residenciais e a de refinanciamentos. O mesmo procedimento já tinha sido tomado pelos bancos Lehman Brothers e Morgan Stanley.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email