Balanço do Wal-Mart fica estável, mas ainda supera previsões iniciais da empresa

A rede varejista americana Wal-Mart anunciou na última quinta-feira seu lucro líquido no segundo trimestre ficou praticamente estável, em US$ 3.44 bilhões, em relação ao registrado no mesmo período de 2008, quando o lucro foi de US$ 3.45 bilhões.
O lucro por ação no trimestre passado (US$ 0.88), no entanto, ficou acima do resultado visto um ano antes (US$ 0.87). O resultado também superou o esperado pelos analistas, que previam um lucro por ação de US$ 0.85.
A receita da empresa teve uma queda de 1,4% no período para US$ 100.08 bilhões e ficou também abaixo do esperado pelos analistas, com um total de US$ 102.9 bilhões.
As vendas nas mesmas lojas (abertas há pelo menos um ano) tiveram queda de 1,2% no trimestre passado em relação ao mesmo período do ano anterior.
“Em um ambiente de vendas mais difícil do que esperávamos, conduzimos nossas operações de uma maneira disciplinada”, disse o presidente e executivo-chefe da empresa, Mike Duke, em um comunicado.
“Nossos segmentos nos Estados Unidos tiveram um desempenho robusto. Vamos concentrar nosso foco na redução de nossas despesas”, completou.
A empresa revisou suas expectativas de ganho por ação neste ano. A previsão passou a ser a de um lucro por ação que fica entre US$ 3.50 a US$ 3.60, contra a previsão anterior, de US$ 3.45 a US$ 3.60.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email