Baixar custo de produção

Ainda tratando sobre o assunto, José Nasser disse que as reformas que esse país precisa fazer no sentido de baixar os custos de produção, como reforma tributária, trabalhista, previdenciária e política não foram feitas. “Em vista de tudo isso, não conseguimos produzir de forma competitiva de forma global”, assinalou.
O atual presidente da Fieam, José Nasser, e o presidente eleito, Antonio Silva, concordam que o Amazonas deve investir na biodiversidade para garantir sua auto-suficiência. Usando matéria-prima da região, como por exemplo no setor de cosméticos, o Estado pode deixar a dependência que têm da ZFM.

Metas previstas

Entre as propostas de Antonio Silva frente a federação,está a ênfase ao Sesi-Saúde, com aquisição de novos equipamentos, e ao ensino no Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), com pesquisas junto às empresas para identificar as necessidades do PIM. “A obrigatoriedade do sistema é atender ao industriário e aos seus dependentes, mas hoje estamos atendendo também a comunidade. Esse é um trabalho que está sendo ampliado a cada ano, e é um desafio para os empresários dar continuidade”, comentou o presidente eleito

Missão cumprida

Após três mandatos, cada um de quatro anos, à frente da Fieam, o empresário José Nasser afirma ter cumprido a missão a que se propôs. “Saio feliz porque fiz o que pude. Não tudo o que queria fazer, porque o sonho sempre é maior em relação ao que podemos realizar. Mas tenho convicção que tudo que realizamos, o fizemos para o bem da comunidade industrial e para o bem da coletividade”, comentou o dirigente, ressaltando ter conseguido fazer uma integração das entidades de classe, Sesi, Senai e IEL, ampliando as prestações de serviço nas áreas de educação profissionalizante, lazer, saúde.
Para Nasser, a maior realização do sistema Federação das Indústrias foi, além da prorrogação dos incentivos fiscais para o Estado até 2023, as ações que estão a vista de toda a comunidade, já que o sistema Fieam não atende somente o industriário e o dependente deste, mas também boa parte da comunidade. José Nasser vai continuar sendo o representante da federação do Amazonas junto a CNI (Confederação Nacional da Indústria), da qual é vice-presidente.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email