Azul pretende criar mais voos diretos para Manaus

Como estratégia para atrair um maior número de clientes, a Azul Linhas Aéreas está estudando projetos para criar novos trechos no mercado manauense. Primeiramente, a companhia vai identificar as tendências para traçar um novo cronograma de trajetos.

Para fazer com que Manaus possa competir diretamente com outras cidades brasileiras, a empresa pretende criar voos diretamente para as principais capitais, entre elas Belo Horizonte, Fortaleza e Porto Alegre, com preços mais baratos e tempos de viagem mais reduzidos.

A operadora atua em 16 cidades brasileiras e pretende alcançar a liderança na aviação nacional comercial através de parcerias com agências de turismo. “Em quase um ano de operações em Manaus, a intenção é estreitar laços e criar planos de desenvolvimento para estabelecermos uma cadeia de serviços para garantir a satisfação dos consumidores”, enfatizou o diretor de marketing da Azul Linhas Aéreas, Jean Franco Betting.

De acordo com o diretor, Manaus é um polo em constante desenvolvimento e por isso a operadora pretende realizar cada vez mais investimentos na cidade. “Manaus é uma capital com desenvolvimento econômico regional muito favorecido, principalmente pelo segmento turístico. E o objetivo da Azul é justamente esse: trazer mais turistas para a capital amazonense”, salientou.

Outro projeto da Azul Linhas Aéreas é atuar com um modelo de mercado para auxiliar e dar assistência aos passageiros em grandes aeroportos. Além disso, a empresa já conseguiu conquistar cerca de 40% de novos viajantes, que são pessoas que deixaram de viajar de ônibus e passaram a viajar de avião.

Segundo o presidente da Azul Linhas Aéreas, Pedro Janot, até 2009, a operadora teve um incremento de 55% no número de passageiros transportados, o que representa um total de 300 mil consumidores.
Prestes a completar um ano de atuação no mercado manauense, a Azul Linhas Aéreas já registrou um total aproximado de 6 mil clientes transportados em suas 15 aeronaves com 106 lugares. “Nesse período, alcançamos o resultado esperado com 85% do avião totalmente ocupado”, declarou. O objetivo da companhia é terminar o ano com 21 aviões e realizar voos diretos.

Outra meta da companhia aérea é, em um prazo de 10 anos, segundo Janot, ingressar nas rotas de voos internacionais.
Conforme a diretora-presidente da Amazonastur (Empresa Estadual de Turismo do Amazonas), Oreni Braga, as novas rotas da companhia representam a quebra de paradigmas. “Assim o Estado passa a estar mais integrado perante os grandes centros econômicos do país. Além disso, a geração de emprego e renda será importante para profissionais e empresários de diversos segmentos”, destacou.

Passaporte Azul

Ainda como estratégia para aumentar o número de clientes, a companhia aumentou o prazo do Passaporte Azul, de maneira que o cliente possa viajar por dois meses por apenas R$ 899. O produto estará disponível no mercado até o dia 8 de março e dá direito para viajar para qualquer destino, sem limites de vezes.
A compra pode ser feita pelo site www.voeazul.com.br/passaporteazul, Call Center da Azul ou com agentes de viagens.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email