Autônomos ainda podem lucrar na quarentena

O Serasa Ensina, braço educacional do Serasa Consumidor, elaborou uma série de dicas para ajudar o consumidor a gerar renda na crise do Coronavirus, sobretudo para quem não tem emprego formal não está trabalhando.

Nas últimas semanas, o Brasil entrou em alerta. As recomendações da Organização Mundial da Saúde têm o objetivo de evitar que um número excessivo de pessoas seja infectado pelo novo Coronavirus, sendo a mais impactante o isolamento social da maior parte da população.

Mas e os boletos? Se já serão um problema para quem está empregado, certamente irá complicar ainda mais quem não tem renda fixa.

Pensando nisso, o Serasa Ensina organizou uma série de dicas para ajudar os consumidores a conseguir algum dinheiro nestes tempos.

 Organização e dinheiro

Separe objetos que você não utiliza e que estejam em bom estado. Anuncie tudo em sites de vendas online. Essa é uma solução inteligente para “fazer dinheiro” em tempos de crise. Além do mais, comprar e vender itens de segunda mão é uma tendência consciente para a nova década, uma vez que reduz o consumo e a exploração do meio ambiente.

Cozinha a todo vapor

A quarentena alterou a rotina de muitas pessoas. Dentre elas, as que não sabem cozinhar. Quem fazia as refeições em restaurantes, hoje utiliza o delivery para se alimentar sem sair de casa. Mas vamos combinar que pedir comida todo dia requer um grande repertório de lugares e que sejam acessíveis em termos de custos, certo? É aí que você pode entrar!

Qual a sua especialidade? Doces, tortas, comida do dia a dia, bolos, pratos típicos ou qualquer outro?

A ideia aqui é você produzir refeições e vendê-las. Divulgue em suas redes sociais, grupos do condomínio, para amigos e família. A princípio, faça a produção conforme os pedidos forem chegando. Dessa forma, você evita desperdícios e prejuízo. E procure entregar perto de onde mora para não ter custos com a entrega e cobrar mais barato.

Importante: se em sua residência tiver caso confirmado ou suspeito de contaminação pelo COVID-19 – NÃO prepare alimentos que serão consumidos por outras pessoas.

Venda seus serviços online

O período de quarentena pode aumentar a demanda por trabalhos feitos à distância. Aproveite essa onda, ocupe seu tempo e ainda ganhe algum dinheiro. Não precisa ter formação universitária ou cursos em uma área específica. Apenas seja bom naquilo que faz. E claro, procure oferecer algo que possa ser realizado diretamente da sua casa.

Confira exemplos de atividades:

– Artesanato

– Costura

– Elaboração de convites

– Aulas de idiomas

– Aulas de reforço para as crianças que estão em férias antecipadas

– Edição de fotos

– Produção gráfica

e muitos outros.

Qualquer talento que você tiver e puder ser usado como serviço, vai te ajudar a ganhar um extra para fechar as contas.

Quarentena sem crise

Mais do que nunca, é importante que você tenha seu orçamento na ponta do lápis. Afinal, sem metas e valores definidos fica mais difícil estabelecer o caminho. Corte gastos desnecessários. Por fim, saiba exatamente o valor que faltará para fechar as contas ao final do mês. Isso te ajudará a passar por essa fase. Fique de olho nas notícias para saber quais contas serão afetadas nessa etapa de isolamento. Há propostas para que o vencimento de alguns boletos como água e luz seja adiado. Fique de olho nos pronunciamentos do governo de seu município/ cidade/ estado para saber direito o que priorizar.

Fonte: Redação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email