Aumentos de preços freiam no período

O IqPR (Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista) elaborado pelo IEA (Instituto de Economia Agrícola), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, fechou em alta de 1,49% na primeira quadrissemana de setembro. Houve variação positiva de 0,08% para os produtos de origem vegetal (IqPR-V) e de 4,40% para os de origem animal (IqPR-A).
Os números denotam desaceleração no ritmo de aumento, uma vez que o IqPR havia mostrado elevação de 4,72% na terceira quadrissemana de agosto e de 3,84% na quarta quadrissemana .
Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo, a variação do IqPR sobe para 4,12% e a do IqPR-V para 3,84%, influenciadas principalmente pelas altas do milho (16,51%), do tomate para mesa (14,26%), da banana nanica (34,01%), das carnes (suína, 18,41%; de frango, 6%; bovina, 1,44%) e dos leites (tipo B, 16,91%; tipo C, 11,26%).
O tomate foi pouco ofertado no período, já o resultado para a banana e os leites resulta da entressafra. A carne suína teve oferta reduzida e aumento da demanda. Queda nos preços da laranja para indústria (-10,26%), batata (-6,42%), cana (-3,68%) e laranja para mesa (-2,45%).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email