10 de abril de 2021

Atividade da indústria paulista recua 0,1% em junho, aponta Fiesp

O nível de atividade da indústria paulista contraiu 0,1% em junho, ante um aumento de 0,7% registrado em maio, conforme pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).

O nível de atividade da indústria paulista contraiu 0,1% em junho, ante um aumento de 0,7% registrado em maio, conforme pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo).
Na comparação com junho do ano passado, houve um aumento de 3,9%. E na comparação do primeiro semestre deste ano contra o mesmo período de 2010, houve incremento de 3,4%.
O levantamento apontou expansão de 1% no montante de vendas reais (já considerada a inflação do período no cálculo), e de 9,4% na comparação o desempenho registrado em junho do ano passado. Na comparação semestral, a Fiesp registrou um avanço de 6,6%.
Em relação ao total de horas trabalhadas na produção, houve um modesto acréscimo de 0,1% no mês passado, e de 3,4% sobre junho do ano passado. No período semestral, o aumento registrado foi de 3,9%.
O montante de salários pagos, já descontada a inflação, contraiu 0,8% no mês, e teve um aumento de somente 0,8% na comparação com o total registrado em junho do ano passado. No comparativo semestre contra semestre, houve um modesto crescimento de 1,7%.

Uso da capacidade

O Nuci (Nível de Utilização da Capacidade Instalada) da indústria paulista registrou uma ligeira queda na passagem de maio para junho, de 82,5% para 82,3% na leitura que considera os ajustes sazonais. Em junho de 2010, a capacidade utilizada pela indústria de São Paulo estava em 82,5%.
Sem ajuste sazonal, o Nuci da indústria paulista também teve ligeira queda ante maio, passando de 83,8% para 83,2%. Ante junho de 2010, o indicador manteve-se estável.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email