7 de março de 2021

Ataques virtuais via phishing cresceram quase 100% no Brasil

Empresa especializada no monitoramento em riscos digitais, a Axur divulgou nesta quinta-feira (21) um levantamento sobre os riscos digitais no Brasil. E o cenário é preocupante. Segundo o documento, os ataques virtuais via phishing no país aumentaram quase 100% se comparados ao ano anterior.

O Relatório Anual 2020 de Atividade Criminosa Online no Brasil aponta que um dos grandes fatores desse crescimento foi a pandemia causada pelo coronavírus. Com muitas pessoas trabalhando de casa, elas ficaram mais expostas à ação dos criminosos virtuais, uma vez que estão em um ambiente menos protegido virtualmente. No entanto, a notícia boa é que o último trimestre do ano registrou uma diminuição que se espera ver em 2021.

Durante a coletiva de divulgação do documento, Fábio Ramos, CEO da Axur, afirmou que o relatório tem como objetivo refletir sobre o real impacto da pandemia no que se refere ao último trimestre do ano, e também uma visão de 2020. “Durante a pandemia muitas empresas mudaram as pressas seus modelos de negócios para o “digital”, além do modelo de trabalho a partir de casa -o que aumentou os vetores de ataque”, comentou.

Abaixo o relatório listou os três tipos de ataques virtuais que mais tiveram destaque em 2020.

Phishing

Segundo o relatório da Axur, no último trimestre de 2020, a empresa identificou 8.569 casos de phishing, o que representa uma considerável queda de 18,52% em comparação aos 10.517 registrados nos meses entre julho e setembro. Mesmo com a queda acumulada no trimestre, a Black Friday 2020 foi responsável pelo pico do trimestre, com 3.398 casos desta modalidade de golpe, representando um aumento de 16,82% em relação à Black Friday de 2019.

O número de casos acumulados no ano também é digno de atenção. Ele pode, inclusive, indicar uma tendência para 2021: em comparação com os 24.161 casos de phishing registrados em 2019, os 48.137 identificados em 2020, representam um aumento notável de 99,23%, isto é, quase o dobro de casos de um ano para outro. Portanto, é de se esperar que em 2021 tenhamos esse ritmo acelerado no crescimento do phishing, como já temos falado durante o ano todo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email