Assembleia dá munição a funcionalismo

Os deputados estaduais aprovaram por unanimidade esta semana o Projeto de Lei apresentado pela Mesa Diretora, que reajusta os salários dos servidores da Casa. Até aí, nada de mais. Ocorre que o elenco de vantagens é tão grande e vantajoso que várias categorias do Estado podem usá-lo como parâmetro para endurecer a luta por melhores vencimentos, o que causaria sérios transtornos ao governador Omar Aziz. Só para se ter uma ideia, o aumento será de 10% para os servidores efetivos e comissionados, mas também haverá reajuste das titulações acadêmicas dos funcionários de carreira da Casa. O presidente Josué Neto usou uma expressão que soaria como música aos ouvidos de professores e funcionários da saúde, por exemplo: “A progressão salarial em diversas carreiras integra a política reposição de perdas”. Quem tinha graduação superior recebia 2% de acréscimo salarial, mas a partir de agora passa a ter 15%; servidores com pós-graduação saíram de 4% para 20%; com mestrado de 6% para 25% e de 8% para 30% nos títulos de doutorado e pós-doutorado.

TEM MAIS

Outro reajuste importante foi feito em cima das funções gratificadas, que terão seus valores triplicados: a FG-1 passará para R$ 2.100; a FG-2 para R$ 1.200 e a FG-3 para R$ 900, ou seja, um aumento de 200% no valor em cima dessas gratificações. Os vencimentos dos cargos de procurador, auditor, analista de controle e assessores jurídicos também serão reajustados de acordo com uma tabela criada para esses profissionais. São números ainda melhores, que a Aleam não divulgou.

NA PAREDE

A partir de agora, os deputados serão questionados pelos funcionários de carreira do Estado toda vez que forem votar um projeto do Executivo prevendo reajuste salarial, se decidirem não acatar os pleitos pela melhora nos índices.

PEDE PRA SAIR

Cada vez que os três deputados de oposição fazem um movimento para acelerar a tramitação dos documentos que pedem a investigação das denúncias do Ministério Público sobre o superfaturamento da obra do edifício-garagem da Assembleia, cresce o desgaste da Mesa Diretora, que insiste em protelar a situação. Isso já começa a incomodar parlamentares da base de sustentação do governo. Eles estão ficando cansados de ouvir cobranças em cada evento a que comparecem.

SUBINDO

A senadora Vanessa Grazziotin (PC do B) vive hoje o seu melhor momento no mandato que começou em 2011. Depois de uma acachapante derrota na disputa pela Prefeitura de Manaus, no ano passado, ela agora preside a Comissão Parlamentar de Inquérito da Espionagem, proposta pela própria. Tem os holofotes da mídia nacional todos apontados em sua direção e finalmente começa a se livrar do incômodo que eram as cobranças daqueles que insistiam em comparar seu desempenho com o do antecessor que derrotou nas urnas em 2010, o atual prefeito de Manaus, Arthur Neto.

ARTICULAÇÃO

Os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) preveem o apoio de seus partidos a candidaturas do PP no Amazonas e no Rio Grande do Sul, como forma de afastar esta legenda do palanque da presidente Dilma Rousseff (PT). A se confirmar a estratégia, o prefeito Arthur Neto e o ex-prefeito Serafim Corrêa subiriam no palanque da deputada Rebecca Garcia, enfraquecendo a articulação do vice-governador José Melo (sem partido). A notícia está em todos os veículos da grande imprensa.
VITRINE

Depois de um bom tempo, Estado e município se uniram para divulgar as potencialidades locais em evento voltado para o turismo. A presidente da Amazonastur, Oreni Braga, e o presidente da ManausCult, Bernardo Monteiro, participam até este domingo (8), da 41ª Feira de Turismo das Américas, promovida pela Associação Brasileira dos Agentes de Viagens. É o maior evento do setor na América Latina, reunindo 2,7 mil expositores de mais de 60 países.

INCUBADAS

Um levantamento realizado pela Secretaria de Ciência e Tecnologia constatou que, no Amazonas, mais da metade das empresas que passam por incubadoras permanecem no mercado e, após o período de incubação, têm aumento em seus faturamentos anuais. A análise envolveu sete incubadoras que atuam no Estado e que possuem 55 empresas incubadas. Os serviços prestados pelas incubadoras vão de orientação empresarial a consultoria de marketing.

REVOADA

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas estima que pelo menos 40 mil veículos deveriam sair de Manaus por conta do feriado prolongado da Semana da Pátria. Os principais destinos foram o Festival da Canção de Itacoatiara e os sítios localizados na BR-174 (Manaus-Boa Vista), AM-010 (Manaus-Itacoatiara) e AM-070 (Manaus-Manacapuru). Por isso uma megaoperação foi montada nas estradas.

MOTOSERRA

O deputado estadual Orlando Cidade (PTN), antigo empresário do setor primário do Estado, cobrou um posicionamento do governo federal em relação à concessão de terras para a exploração de madeira de forma sustentável em área florestal no Amazonas. O parlamentar destacou que a União concedeu um milhão de hectares na Floresta Amazônica para a atividade no Pará, enquanto o Amazonas, mais uma vez, deixou de ser beneficiado com a iniciativa. É de se questionar se seria realmente benéfico permitir tamanho desmatamento.

SANGUE NOVO

O ex-secretário de Educação do Estado, Gedeão Amorin, foi nomeado na última quarta-feira superintendente da Fundação Nacional de Saúde no Amazonas. O cargo é da cota do PMDB nacional. Provável candidato a deputado federal na eleição de 2014, o professor foi indicado pelo senador Eduardo Braga para o posto. Terá um campo fértil para trabalhar.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email