As ‘Ballerinas’ de Polly D’Ávila

Polly D’Ávila faz parte da nova geração de artistas plásticos amazonenses e já chega com personalidade. “Faço arte para expressar o que sinto”, disse, junto aos quadros de sua mais recente exposição, “Ballerinas”, no Casarão de Ideias.
Polly disse que começou desde muito cedo a se impressionar com as cores. “Quando minha mãe me levou para o meu primeiro dia de aula, chorei, como toda criança que fica longe da mãe pela primeira vez, mas assim que a professora me deu alguns lápis de cor e uns desenhos para colorir, esqueci o choro e me interessei somente pelo resultado da minha pintura”, recordou.
A menina foi crescendo e as cores nunca deixaram de ser suas amigas, estando sempre ao seu lado. “Nos mudamos para uma casa alugada e a exigência que o proprietário fez foi que quando entregássemos o imóvel, o pintássemos todo novamente. Então minha mãe deixou que eu desenhasse e pintasse o que quisesse nas paredes do meu quarto. Eu tinha cerca de dez anos e enchi o ambiente com todo tipo de pinturas que se possa imaginar”, lembra a artista.
Com 13 anos, Polly D’Ávila enveredou pelos quadrinhos. Desenhava as histórias e depois coloria tudo. “Sempre gostei das cores”, afirmou.
Na Faculdade, a escola do curso de Polly não poderia ser outro: artes plásticas, na Ufam. “Ainda na academia, somos estimulados a organizar exposições e foi nesse tempo, entre 2002 e 2006, que comecei a expor meus trabalhos, no Caua, em coletivas com os meus colegas, mas não eram pinturas. Só comecei a pintar quadros em 2011. Eram instalações nas quais faço estudos de movimentos. Gosto de ver o resultado disso”, contou.
Sem pressa para mostrar suas obras, a última exposição de Polly D’Ávila foi em 2008, a instalação “Água”, no Museu Amazônico. Enquanto isso se especializava em História da Arte, pela Ufam, e passava a atuar profissionalmente como arte educadora.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email