14 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Ari Moutinho Júnior assume vaga de conselheiro do TCE

Tomou posse na manhã da última sexta-feira, no auditório do TCE (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas), o sétimo conselheiro daquele Tribunal

Tomou posse na manhã da última sexta-feira, no auditório do TCE (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas), o sétimo conselheiro daquele Tribunal. O cargo compete a Ari Jorge Mouti­nho da Costa Júnior, que por dezesseis anos exerceu carreira política no cargo de vereador quando participou de diversas comissões parlamentares junto à CMM (Câmara Municipal de Manaus).
Durante a solenidade Ari Moutinho Júnior disse estar honrado em fazer parte do conselho de uma instituição como o TCE, e informou que ao ocupar um cargo de tamanha relevância terá como principal missão exercer papel atuante para servir ao Estado do Amazonas.
“Considero o convite um grande desafio e pretendo desempenhar o meu papel com seriedade, dignidade e respeito”, disse o empossado, que teve o nome indicado ao cargo pelo governador do Estado, Eduardo Braga (PMDB), com aprovação de dezoito deputados da ALE (Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas).

Produzir e contribuir

O governador destacou que Ari Moutinho Júnior é um jovem que teve papel fundamental na política, além de ser um homem dinâmico que tem vontade de produzir e contribuir de alguma forma para o crescimento do Amazonas. “Espero que Ari utilize a mesma dedicação e ímpeto, que são suas características, no TCE”, disse.
Na observação do presidente do conselho da instituição, Raimundo José Michilles, o novo conselheiro só tem a acrescentar nas atividades desenvolvidas no tribunal de contas, e acredita que o empossado contribuirá com os seus mecanismos nas análises dos processos de contas no Estado do Amazonas.
“O julgamento das contas públicas ainda é muito lento, e como novo conselheiro, Ari Moutinho Júnior, estará colaborando para que o andamento do julgamento de contas sejam mais ágeis. Suas idéias serão avaliadas e colocadas em prática se aprovadas”, pontuou Michilles.

Enaltecer a corte de Justiça

O presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e pai do empossado, Ari Mouti­nho, espera que o filho possa cumprir suas atividades como membro do Conselho do TCE com muita dignidade, e deseja que ele não meça esforços para enaltecer a Corte de Justiça de contas do Estado.
Na observação de Mouti­nho, que também é desembargador, o novo conselheiro passou por uma fase difícil, ante inúmeras acusações fei­tas a seu respeito, mas quando julgadas, nenhuma era procedentes. “Ari Moutinho chega com a consciência limpa e arejada, com uma vontade muito grande de acertar”, comentou.
Michilles disse que a posse do novo conselheiro é apenas uma prévia dos planos que o órgão tem para 2009. De acordo com o presidente, em março do próximo ano a entidade estará nomeando mais oitenta servidores, e está cons­tituindo uma escola de contas públicas, que se aprovada pela ALE, será direcionada ao atendimento de servidores estaduais e municipais para orientá-los em suas prestações de contas.
Um dos momentos mais emocionantes na cerimônia de posse do conselheiro Ari Moutinho Júnior, no TCE, foi a homenagem que o governador Eduardo Braga prestou a seu pai, Carlos Braga.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email