“Aquarela Sinfônica” e o cinema

Depois de longos ensaios e muita expectativa, a Amazonas Filarmônica abre, na quinta-feira (20), a partir das 20h, a Série Encontro das Águas 3, com o primeiro concerto da série: “Aquarela Sinfônica”. Os ingressos para o espetáculo, realizado pelo governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e no site www.bestseat.com.br.

Com direção musical do maestro Marcelo de Jesus, regente adjunto da Amazonas Filarmônica e diretor dos Corpos Artísticos do Amazonas, a orquestra traz para o grande público peças da música erudita aclamadas mundialmente, como a “Dança das Horas”, do terceiro ato da ópera “La Gioconda”, de Amilcare Ponchielli, que fez parte da trilha sonora do filme “Fantasia”, da Disney, de 1940.

“Queremos propor uma nova leitura das obras que integram o “Fantasia”, de Walt Disney. Todo esse repertório, para nós, é como uma paleta para uma grandiosa aquarela orquestral, onde vamos explorar cores e características sonoras de diversas obras e diversos autores. O público pode esperar grandes surpresas vindo por aí”, explica o maestro.

Repertório
O espetáculo abre com a “Toccata e Fuga em Ré Menor”, de Johann Sebastian Bach.

Escrita originalmente para órgão entre 1703 e 1707, a peça recebeu arranjo para orquestra em 1927, feito pelo maestro londrino Leopold Stokowski com a Orquestra da Filadélfia. A segunda peça é a “Suíte Quebra-Nozes”, do russo Pyotr Ilyich Tchaikovsky, composta em 1891.

No filme “Fantasia”, a música é fundo para simbolizar as estações do ano, através de fadas aladas e outros elementos da natureza, como flores, peixes bailarinos, cogumelos chineses e cravos russos.
Em seguida, a Filarmônica executa uma das mais famosas peças da animação: “O Aprendiz de Feiticeiro”, de Paul Dukas. Composta em 1893, a peça é um poema sinfônico baseado em conto de mesmo nome, escrito por Johann Goethe, e retrata o feiticeiro afobado que quer saber tudo antes da hora, papel interpretado por Mickey Mouse.

O concerto continua com a “Sinfonia Nº 6 em Fá Maior”, “Pastoral”, de Ludwig van Beethoven, cuja composição foi concluída em 1808, e termina com uma das peças que mais retratam o Brasil: “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, em referência ao filme “Você Já Foi à Bahia?”, que traz, nos papéis principais, Pato Donald e Zé Carioca, o primeiro personagem de animação brasileiro, além da participação especial da cantora Carmem Miranda.

Série Encontro das Águas
Realizada anualmente pela Secretaria de Estado de Cultura, por meio dos Corpos Artísticos do Amazonas, a Série Encontro das Águas nasceu em 2015, com o propósito de juntar linguagens musicais que, em teoria, não estariam juntas, como por exemplo a música erudita e a música popular, mas que dialogam entre si.

A série é conhecida por ter trazido ao público concertos de grande sucesso, como o “Muzikstation”, “Música no Castelo Mágico”, “Abba: Uma Geração Apaixonada” e “Música no Espaço”.

O QUE? Concerto Aquarela Sinfônica, com a Amazonas Filarmônica
QUANDO? 20 e 29 de julho de 2017, às 20h
ONDE? Teatro Amazonas (Eduardo Ribeiro, 659 – Centro)
ENTRADA? Plateia e frisas: R$ 80 (inteira), R$ 40 (meia) / 1° Pavimento: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia) / 2° Pavimento: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia) / 3° Pavimento: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia), à venda na bilheteria do teatro e pelo site BestSeat (www.bestseat.com.br)
ENTRADA: Livre
INFORMAÇÕES? (92) 3232-1768

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email