Aproveitamento racional dos recursos hídricos em estudo na CMM

Nesta segunda-feira, dia 20, a Câmara Municipal abre debate sobre o Programa de Tratamento e Uso Racional das Águas nas Edificações, o Pró-Águas, projeto da Prefeitura de Manaus que pretende organizar o uso dos recursos hídricos na cidade. O projeto prevê desde o combate ao desperdício com campanhas de conscientização e esclarecimentos à sociedade sobre a poluição hídrica, até a instalação de estações de tratamento de esgoto doméstico.
Argumentando a importância do tema, o vereador Fabrício Lima (PSDB) pediu a realização de uma audiência pública para debater o assunto, assim que terminou o prazo do pedido de vistas que havia solicitado, no início do mês de agosto.

“Esse assunto diz respeito ao nosso futuro. Ao futuro da cidade e, porque não?, da Terra. Então, quando mais entendermos e mais nos conscientizarmos de sua importância, melhor será para todos”, justificou.
Um dos líderes do prefeito, o vereador Braz Silva (sem partido) aderiu à idéia da discussão ampla e solicitou que o assunto fosse colocado em debate aberto na sessão ordinária desta segunda-feira.
“Esse é um tema que não pode esperar. Todas as etapas burocráticas já foram cumpridas, então, vamos esmiuçar o projeto para que ele chegue a seu final, na votação”, disse Braz Silva.

Entidades convidadas

Foram convidados para participar da reunião de debates o presidente do Crea (Conselho Regional de Engenharia), Afonso Lins Júnior, o presidente do Sinduscon (Sindicato das Indústrias da Construção Civil), Francisco Auzier, a secretária municipal de Meio Ambiente, Luciana Valente, e o diretor de planejamento da empresa Águas do Amazonas, Arlindo Sales. Esse debate vai preceder a última etapa da tramitação do projeto, que é a votação em plenário. Como ele já recebeu três pedidos de vistas, um do vereador Darlison Silva, outro do vereador Jairo da Vical e o terceiro do vereador Fabrício Lima e também tem parecer favorável de todas as comissões, está pronto para ser levado a votação em plenário.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email