Apresentador sem fio da Superkit se transforma em mouse prático

A Superkit, distribuidora de produtos de informática, lançou no Brasil o Apresentador Sem Fio Trust que traz, ainda, ferramentas como apontador a laser, mouse e trackball sem fio.
Além de permitir que o usuário controle os slides a uma distância de até 15 metros, o Apresentador Sem Fio Trust possui um trackball integrado que possibilita ao profissional navegar, avançar e voltar os quadros durante as apresentações. Já o apontador a laser, que também acompanha a solução, permite ao palestrante destacar para o público seções específicas de um gráfico ou texto. Com o auxílio de seis botões programáveis o usuário pode executar ainda executar rapidamente funções como adiantar ou voltar slides, acionar uma proteção de tela pré-definida e dar duplo-clique.
Ao final da apresentação, o Apresentador Sem Fio se transforma em mouse bastando, para isso, que seja posicionado em uma superfície horizontal. Totalmente plug-and-play, o gadget se conecta ao computador via USB, podendo ser utilizado logo após sua instalação. Com apenas 70 gramas, o produto funciona com 2 pilhas AAA, que podem ser recarregadas na própria base ou por meio de um cabo USB que acompanha o produto e pode ser facilmente carregado na pasta de trabalho.

Características
técnicas
O equipamento tem interface USB, seis botões de uso individual, quatro funções em um único produto, apresentador, TrackBall, apontador laser, mouse, alimentação com duas pilhas AAA, pilhas recarregáveis inclusas e base USB para descanso e recarga das pilhas, entre outras características. O preço sugerido é de R$ 179.
Com mais de 20 anos de experiência, a Trust International BV é líder no mercado europeu e o único fabricante independente em tecnologia avançada e preço acessível para produtos periféricos para PCs, notebooks, iPods, MP3 players e a Sony PSP voltada para o mercado consumidor. Com uma inovadora e variada gama de aproximadamente 250 diferentes tipos de produtos, esses equipamentos são constantemente atualizados pelas próprias unidades de Pesquisa e Desenvolvimento da Europa e Ásia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email