Apple e China Mobile encerram ­conversas sem fechar acordo no país

Segundo informações do site de notícias IDG Now!, a Apple e a China Mobile encerraram suas conversas para lançar o iPhone na China. O aparelho não deve chegar ao país, pelo menos em futuro próximo. Enquanto isso, boatos especulam que as vendas do iPhone no Reino Unido não vão nada bem, uma vez que os parceiros da Apple não revelam números, a pedido da empresa.

O movimento entre a Apple e a operadora chinesa acaba com quaisquer especulações de que o aparelho será lançado no país em breve. De imediato, o impacto foi a queda nas ações da operadora China Mobile em 3%.

O fim das reuniões também pode impactar no já relativamente alto valor do iPhone, que custa US$ 500 -quase o dobro da média salarial dos chineses.

Em 2007, a menor das operadoras wireless do país, China Unicom, afirmou que não planejava promover o dispositivo, mas disse estar aberta a negociações.

Já no Reino Unido, executivos da indústria afirmam haver uma evidência de que os consumidores ingleses resistem em comprar um iPhone, afirmou o jornal “Mail” no domingo, 13.

A Apple pediu que seus parceiros no país -a O2 e a Carphone Warehouse- não revelem os gráficos atuais do dispositivo como ­resultado final. No Natal, as vendas do iPhone foram decepcionantes, segundo o “Mail”.

O jornal britânico re­velou ainda que sua equipe visitou algumas lojas, onde os funcionários confirmaram as vendas ruins do iPhone – e estes geralmente direcionam os clientes para a aquisição de melhores contratos, que oferecem aparelhos gratuitamente.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email