Aplicativos e jogos ‘made in UEA’

Alunos do Centro de Capacitação Samsung Ocean lançam games para Galaxy Apps

A primeira turma do Curso de Desenvolvimento de Jogos Digitais do Centro de Capacitação Samsung Ocean, uma parceria com a UEA (Universidade do Estado do Amazonas) anunciou na última sexta-feira (13) que os games produzidos no Ocean em Manaus serão inseridos no Samsung Galaxy Apps. A criação do Centro em junho do ano passado, veio para aproveitar a vocação de Manaus para inovação e tecnologia. Por razões estratégicas e pela sinergia com a UEA, a Samsung resolveu dar uma ênfase maior na formação para a área de games e os resultados começam a aparecer.
Segundo o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, tamanha sinergia facilitou e deu rapidez aos resultados, não só com relação à produção dos jogos, como também com a inserção deles no Galaxy Apps. “Esse diálogo entre a indústria e a academia acontece num momento de uma nova linguagem. Com essa interação, a sociedade começa a ter acesso aos produtos produzidos por estudantes da UEA”, disse o reitor.
Para o gerente do projeto Ocean Brasil, Eduardo Conejo, os resultados conquistados pelo Centro de Treinamento de Capacitação foram surpreendentes e ultrapassaram até as melhores expectativas. “Com os games, a Samsung quer desenvolver e criar conteúdos de referência e de qualidade para que esses jogos façam parte da oferta dos nossos produtos. Esses jogos estarão disponíveis para o consumidor final por meio do Samsung Galaxy Apps, com um destaque especial dando a promoção devida para esses jogos”, disse Conejo.

Desenvolver e empreender
Vencer desafios e etapas, partindo do ponto inicial até atingir a meta, parece o plano mais simples de qualquer game e também serve de analogia para o mercado empresarial, é o que explica o professor doutor em engenharia de computação e coordenador do curso, Jucimar Maia Júnior. “Temos exemplos de startups de jogos que atingiram grandes metas a partir de ideias e pensando nesse perfil empreendedor, estamos nos preparando para o boom do segmento”, conta.
Na época da criação do Curso, o professor avaliava que a implantação do mesmo seria inevitável, para suprir com mão de obra especializada, as grandes players aqui instaladas. “Damos todo o suporte para os criadores de games, pois percebemos que a maioria dos interessados já tentou produzir seus jogos, mas sem o logos (conhecimento) de uma universidade, dificilmente se sai do campo das ideias. Trabalhamos também com a publicação dos jogos e negociações. Além de que, ter a chancela de uma universidade dá confiança ao investidor,” disse o professor.

Samsung Ocean
Os laboratórios Centro de Treinamento e Capacitação Samsung Ocean são os primeiros do tipo fora da sede da empresa, na Coreia do Sul. Em menos de um ano de funcionamento, mais de nove mil estudantes universitários, desenvolvedores e empreendedores ganharam e trocaram experiências em Manaus e São Paulo, em sessões de treinamento, capacitação e orientação profissional. No local, são oferecidos cursos livres (aulas de aproximadamente 4 horas sobre o que há de mais novo em tecnologia para criação de conteúdos para dispositivos móveis) e intensivos (cursos semestrais com 200 horas de carga horária).
O curso de Desenvolvimento de Jogos Digitais faz parte da modalidade “Turmas Fechadas”, focado na formação de especialistas. O objetivo é promover a formação de empreendedores digitais e com isso a criação de ‘startups’, fomentando o ecossistema brasileiro de Jogos Digitais. “A reitoria da UEA enxergou a necessidade urgente do curso e fomos atendidos. Da ideia a efetivação levamos menos de um ano”, conta Jucimar. No próximo sábado (21), inicia uma nova turma para o desenvolvimento de aplicativos móveis para o Samsung Ocean em 2015.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email