Apex-Brasil vai mostrar novas oportunidades de investimentos

Novas oportunidades de cooperação econômica entre Brasil e China e as vantagens de se investir no Brasil -com destaque para o setor de agroenergia-serão apresentadas pelo presidente da Apex-Brasil (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos), Alessandro Teixeira, na 11ª Reunião Anual Bilateral do Conselho Empresarial Brasil-China, na próxima semana em Xiamen, China.
A reunião faz parte da programação da Cifit (Feira Internacional de Investimentos e Exportações da China), que acontece de 8 a 11 de setembro. A feira, que é realizada anualmente em Xiamen, é um dos maiores eventos internacionais de promoção de investimentos do mundo e o maior da China.
Organizado pelo governo chinês, o evento recebe mais de 10 mil visitantes de 125 países, entre investidores internacionais, exportadores, distribuidores, instituições financeiras e empresas e organizações de promoção de negócios.
No painel Brazil Outlook, Alessandro Teixeira vai apresentar aos executivos chineses dados sobre a infra-estrutura do país, inclusive os investimentos previstos no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) e informações sobre setores estratégicos da economia brasileira, como biocombustíveis, indústria aeroespacial, mineração, agronegócio e biotecnologia, além de falar sobre os melhores setores para fundos de investimentos em participações no Brasil.
Teixeira vai destacar o potencial do Brasil como produtor e consumidor de etanol. O país produziu 17,8 bilhões de litros em 2006 e exportou 3,4 bilhões de litros. Para 2015 prevê produzir 28 bilhões de litros, com 5 bilhões de litros excedentes para exportação.
Também receberá destaque a competitividade brasileira na produção de biodiesel, uma vez que o país possui a maior biodiversidade do mundo, uma sólida base científica, um crescente aumento de produtividade e vem desenvolvendo novas fontes de obtenção do combustível.
Os países asiáticos estão entre os mercados considerados estratégicos pela Apex-Brasil. A agência concluiu no mês passado uma missão prospectiva, visitando Cingapura, Indonésia, Malásia, Vietnã e China, incluindo Hong Kong. “Foram duas semanas de reuniões com os embaixadores brasileiros nos países do continente para prospectar o mercado e criar estratégias comerciais adequadas”, comenta Alessandro Teixeira.
A agência também acaba de promover em Tóquio o Brasil Fashion Now, evento que mostrou a moda brasileira ao público japonês e abriu oportunidades de negócios no Japão para os empresários brasileiros. As próximas ações da Apex-Brasil voltadas para a Ásia, incluem participações no Coréia LAC -Seminário de Investimentos entre a América Latina e a Coréia, no Latin Asia Biz em Cingapura, além de reuniões com os embaixadores do Brasil na Ásia.
“Estamos trabalhando em sintonia com Itamaraty para ampliar a presença brasileira nos mercados asiáticos”, finalizou Teixeira.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email