Aos 86 anos de idade, morre o ­fundador da ­joalheria H. Stern

O fundador da joalheria H. Stern, Hans Stern morreu na madrugada da sexta-feira, aos 86 anos, de causas naturais. Seu corpo foi enterrado na tarde do mesmo dia, no Cemitério do Caju, zona norte do Rio.

Ele era casado com Ruth, com quem teve quatro filhos: Roberto, Ricardo, Ronaldo e Rafael. Hans Stern trabalhava diariamente na sede da joalheria, no bairro de Ipanema, zona sul da cidade, onde chegava às 8h30. Nascido na Alemanha, Stern veio ao ­Brasil aos 17 anos, fugindo do ­nazismo. Fundou a H. Stern em 1945.

Atualmente, a joalheria tem 160 lojas próprias das quais 50% estão concentradas no Brasil e 170 pontos de vendas em parcerias com grandes redes de lojas em 26 países em todo o mundo.

A H. Stern é considerada a maior joalheria do país e uma das maiores do mundo, com faturamento estimado em R$ 400 milhões.

O quadro de funcionários chega a 3.000, sendo 600 ­artesãos. A empresa também expandiu o negócio para além do ramo de jóias, com a ­abertura de um “spa”, um restaurante e uma loja de artigos de decoração.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email