Anatel impõe restrições para negócio da Oi

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) impôs restrições para a compra da Amazônia Celular pela Oi. A decisão de aprovar o negócio foi tomada na terça-feira pelo conselho diretor da Anatel, mas as restrições só foram divulgadas ontem, pelo conselheiro da entidade Antônio ­Bedran, que foi relator do processo.
Segundo Bedran, a Oi terá 18 meses para devolver as frequências nas faixas de 900 MHz (megahertz) e 1.800 MHz. Como a empresa já operava na região da Amazônia Celular, a legislação não permite que ela acumule duas licenças de operação do mesmo serviço na mesma região.
A Anatel exigiu ainda que a Oi devolva imediatamente 15 MHz que a Amazônia Celular dispõe na faixa de 850 MHz. A agência determinou ainda um prazo de 90 dias para que a Oi transfira para sua base de clientes todos os usuários da Amazônia Celular.

Comunicação
aos clientes

A Oi terá que realizar ampla divulgação aos clientes da Amazônia do fato de ter adquirido a operadora. O ato com a decisão da Anatel será publicado amanhã no Diário Oficial da União. Bedran concedeu entrevista após participar hoje do seminário Arcel Expo Forum, em Brasília.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email