América do Sul está disposta a ajudar contra a crise dos alimentos

Em discurso na cúpula da Unasul (União de Nações Sul-Americanas), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na sexta-feira que a América do Sul está disposta a encontrar soluções para a crise alimentícia mundial, mas desde que tenha autonomia para agir de forma “soberana” na região.
Lula disse que os que se sentem “incomodados” com o crescimento da indústria e da agricultura sul-americanas e brasileiras muitas vezes são movidos por interesses “protecionistas”.
“Quando a escassez de alimentos ameaça a paz social, em muitas partes do mundo, é em nossa região que muitos vêm buscar respostas. Temos consciência das nossas responsabilidades globais, mas não abrimos mãos de exercê-las de forma totalmente soberana. Não nos deixamos iludir tampouco pelos argumentos daqueles que, por interesses protecionistas ou motivações geopolíticas, se sentem incomodados com o crescimento de nossa indústria e agricultura”, afirmou. Na opinião de Luiz Inácio Lula da Silva, a “América do Sul unida mexerá com o tabuleiro do poder no mundo, não em benefício próprio, mas de todos”.
Durante a reunião da cúpula, doze chefes de Estado da América do Sul assinaram o tratado de criação da Unasul.
O tratado confere ao bloco de países personalidade jurídica, no formato de organização internacional.
Lula afirmou que a União das Nações Sul-Americanas poderá fortalecer os países da região frente às nações desenvolvidas. “Estamos transformando em realidade o sonho integrador dos nossos libertadores”.
“O tratado nos lembra que a integração sul-americana é essencial para o fortalecimento da América Latina e Caribe. Nasce sobre o signo do pluralismo”, disse.
No discurso dirigido aos chefes de Estado da América do Sul, Lula defendeu a criação de um Conselho de Defesa da Unasul.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email