14 de abril de 2021

Ambev prevê economia de R$ 105 mi com nova estrutura

A gigante Ambev, que passou a Petrobras e se tornou a maior companhia brasileira em valor de mercado, agora só terá ações ON (ordinárias, com voto).

A gigante Ambev, que passou a Petrobras e se tornou a maior companhia brasileira em valor de mercado, agora só terá ações ON (ordinárias, com voto).
A empresa propõe extinguir os papéis PN (preferenciais, sem voto), trocando cada ação PN por uma ON.
O objetivo é se alinhar com as práticas societárias das demais empresas globais do setor de bebidas, aumentando a transparência e alinhando os direitos dos acionistas minoritários com o dos controladores.
“Nossa intenção é simplificar a estrutura acionária e assegurar que todos os acionistas tenham direitos iguais”, disse Nelson Jamel, diretor de Relações com Investidores.
A operação, que gera um benefício fiscal de R$ 105 milhões, deve passar por uma assembleia de acionistas, prevista para acontecer em maio de 2013.
Além da conversão das ações, a Ambev propõe ampliar de 35% para 40% o pagamento de dividendos mínimos aos acionistas e a incorporação de mais dois conselheiros independentes ao conselho de administração.
A Companhia de Bebidas das Américas (AmBev) é uma empresa de capital aberto produtora de bens de consumo do Brasil. Atualmente é a maior empresa da América Latina com um valor de mercado de U$120,1 bilhões à frente da Ecopetrol e Petrobras. Nasceu da fusão entre a Antarctica e a Brahma. Esta última era controlada pelos antigos donos do Banco Garantia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email