Amazonas é top 3 no ranking da OLX

O Amazonas é Estado que mais vendeu pela OLX no primeiro semestre de 2017.O Estado registrou um crescimento de 26% em comparação ao mesmo período do ano passado e chegou a 1.004.632 itens de vendidos, tornando-se o 3º Estado que mais vendeu pelo site no período.

De acordo com o EVP da OLX Brasil, Marcos Leite, as categorias mais vendidas no Estado, neste primeiro semestre de 2017, foram: eletrônicos e celulares, com 332.029 itens vendidos; Para a sua casa, com 236.072 itens vendidos; Moda e Beleza, com 106.223 itens vendidos; Veículos e Barcos, com 103.306 itens vendidos; e itens para Bebês e Crianças, com 48.006 mil vendidos, “No total, foram vendidos mais de 1 milhão de itens pela OLX no Estado do Amazonas neste primeiro semestre de 2017 -um aumento de 26% em relação ao mesmo período do ano anterior”, afirma Leite.

Outros Estados
Em outros Estados, a pesquisa da OLX apontou que São Paulo foi o primeiro, com 19,7% em aumento nas vendas, e em segundo lugar, o Rio de Janeiro, que registrou um crescimento de 12,3%.

Brasil
A pesquisa afirma que a compra e venda de usados continua em alta no país. A venda de produtos pela OLX teve um aumento de 24,9% no primeiro semestre de 2017 em comparação com o mesmo período de 2016.

Para Leite, o aumento nas vendas de usados no país deve-se a dois movimentos. ” Primeiro, porque o brasileiro tem se tornado cada vez mais consciente em relação aos seus hábitos de consumo e optado por se desfazer de produtos que estão parados em sua casa e que podem ser úteis para outros.
E em segundo lugar, a retração da economia também tem impulsionado a venda de produtos usados, pois ela incentiva a experimentação desse sistema, criando, assim, a oportunidade de um novo hábito de consumo.

De uma forma simples e rápida, as pessoas podem transformar a venda de usados em dinheiro para realizar sonhos e objetivos, além de comprar produtos em excelente estado e a preços mais acessíveis” indica o EVP.

Os mais vendidos no país
E por conta da tendência deste crescimento nas vendas de usados registrado no primeiro trimestre do ano, a pesquisa da OLX aponta que as vendas no semestre chegaram a 14 milhões de itens -mais de 50 vendas por minuto.

E a categoria com maior número de vendas no período foi Eletrônicos e Celulares, com 4.524.141 produtos comercializados -um crescimento de 31,8% em comparação ao primeiro semestre de 2016.
A categoria foi impulsionada pelos aparelhos de telefones celulares que, sozinhos, venderam 41,2% a mais do que no ano passado.

O comércio de celulares usados cresceu em todos os Estados, movimentando R$ 933.112.000 em compra e venda pela plataforma -31,3% acima dos seis primeiros meses de 2016.

No geral, a pesquisa aponta também quais categorias tiveram aumento acima da média: Para a sua casa (33% de crescimento) e Moda e beleza (47,8%). A categoria de Veículos e Barcos da OLX também alcançou bons resultados -foram vendidos 2.549.993 veículos e barcos de janeiro a junho de 2017, um aumento de 7,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Em crescimento
Em 2016, as vendas pela OLX tiveram um crescimento de 90% em relação a 2015. Foram 24,6 milhões de anúncios vendidos e houve uma movimentação de R$ 81,9 bilhões.

Leite ressalta que, além da questão econômica, o comportamento do consumidor brasileiro está mudando. “As pessoas estão mais conscientes e interessadas em consumir de forma mais inteligente, aderindo à Economia Compartilhada. Essa tendência já é realidade em diversos países e está se tornando mais forte no Brasil. Por exemplo, o estudo Radar do Consumo Colaborativo, realizado pelo instituto de pesquisa e opinião pública Market Analysis, mostra que 26% brasileiros que vivem em grandes centros urbanos estão familiarizados com práticas de consumo compartilhado -uma evolução em relação a 2015, quando essa fatia era de 20%”, afirma ele.

Itens sem uso
Outra pesquisa encomendada pela OLX para o IBOPE Conecta mostrou o enorme potencial da venda de produtos usados no Brasil -91% dos internautas brasileiros (68 milhões) possuem itens sem uso em suas casas e 84% deles demonstraram interesse em vender esses objetos.
Entre os entrevistados, cerca de 85% nunca venderam itens pela internet. “Isso mostra o por quê as vendas pela OLX estão crescendo e têm potencial de crescer ainda mais”, conclui Leite.

OLX Brasil
O OLX estimula uma cultura de consumo consciente, conectando pessoas para que elas possam comprar e vender de forma fácil e rápida. Maior representante da Economia Compartilhada no país, é líder no mercado de compra e venda online no Brasil.

Com meio milhão de anúncios todos os dias e uma média de 2 milhões de vendas por mês -cerca de 50 por minuto -, a OLX é uma das empresas de tecnologia que mais crescem no Brasil.

Presente no país desde 2010, hoje a OLX conta com escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro e tem um time de aproximadamente 500 profissionais. Em 2017, a empresa lançou o Storia Imóveis, plataforma focada no público profissional, com imóveis de médio e alto padrão.

A OLX é fruto de uma parceria entre os dois maiores grupos de mídia e investimento em marketplaces do mundo: o sul-africano Naspers e o grupo norueguês Schibsted.

OLX no mundo
Presente em 45 países, a OLX é o maior site de compra e venda no mundo.

O grupo lidera o mercado global de marketplace C2C e também as verticais de carros e imóveis. Todos os meses, mais de 100 milhões de pessoas geram 1.9 bilhão de visitas mensais nos sites. Isto reflete em 54 milhões de itens anunciados por mês.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email