Amazonas é destaque nacional no melhoramento genético bovino

Testes realizados no Amazonas demostram que o melhoramento genético bovino é uma realidade em termos de ganho de produtividade e altamente sustentável. A prova decorre de resultados dos Testes Genômicos – Clarifide Girolando realizados pela Empresa Zoetis em animais de produtores atendidos pelo Projeto de Pecuária do Sebrae Amazonas. Essa ferramenta de avaliação genômica é fruto de uma parceria público-privada que envolveu a Embrapa, a Associação Brasileira de Criadores de Gado Girolando e as empresas CRV Lagoa e Zoetis.

De forma pioneira, o Sebrae Amazonas credenciou a empresa Zoetis para realizar o serviço Clarifide Girolando e testar animais que nasceram das consultorias de melhoramento genético bovino na região de Santo Antônio do Matupi, município de Manicoré, microrregião do Madeira. E através da ferramenta, foi analisado o DNA dos animais para obtenção das seguintes características: Produção de Leite, Reprodução, Componentes do Leite e Condições Genéticas.

Em relação aos resultados quanto a produção de leite com GTPA, a média obtida foi de 639 litros à mais comparados com os animais da raça Girolando. Nesse resultado, merece destaque uma novilha com GTPA de 1.063 litros. Esse animal com alto valor genético já foi identificado entre os 50 melhores animais da raça na atualidade. Quando for registrado na Associação de criadores da raça Girolando poderá  constar no ranking nacional para produção de leite junto ao sumário da raça, com plena possibilidade de comercialização de material genético às centrais para aspiração de oócitos para produção de embrião.   

De acordo com o Benchmarck, os demais animais analisados tiveram média superior às observadas para a raça Girolando. Outro resultado que mostrou a superioridade da genética que está sendo introduzida no rebanho dos pecuaristas do Amazonas, refere-se à presença no leite da proteína Betacaseína A2/A2 que é um leite para intolerantes à lactose (aqueles que não produzem enzima lactase suficiente para quebrar a lactose do leite) e esse tipo de leite vem surgindo também como viabilidade econômica para produtores e laticínios locais.  

Os resultados mostram que 69% do rebanho dos pecuaristas do Amazonas que contratam as consultorias Sebrae de melhoramento genético são animais que produzirão leite A2A2, possibilitando que no futuro próximo esse tipo de leite seja comercializado aos laticínios da região.

Com o uso do melhoramento genético e com a aplicação da ferramenta Clarifide Girolando, na qual o Sebrae subsidia 70% do valor do serviço e o produtor paga somente 30%, iremos comprovar que com animais de maior potencial produtivo, o pecuarista intensificará a atividade em sua propriedade sem impactar o meio ambiente tornando seu negócio mais rentável e sustentável.

Para mais informações:

Central de Relacionamento 0800 570 0800
Portal Sebrae

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email