AM analisou 19 mil amostras de água para consumo em 2020

O Amazonas realizou, em 2020, a coleta de 19.073 amostras para análise laboratorial de potabilidade da água distribuída e consumida pela população do estado. As análises ocorrem por meio do Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua), coordenado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

O Vigiagua está implantado em 36 municípios do Amazonas, os quais analisam três parâmetros indicadores da qualidade da água: coliformes totais, cloro residual livre e turbidez. As ações são desenvolvidas pelas secretarias municipais de saúde de cada uma das cidades participantes do programa.

Com a análise dessas características, as equipes buscam garantir à população o acesso à água de qualidade, compatível com o padrão de potabilidade estabelecido pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS-MS).

O diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, aponta que as análises de amostras de água devem ser mantidas e ampliadas durante este ano. “É importante que todas as ações sejam retomadas para que seja garantido um melhor monitoramento da qualidade da água, reforçando as ações de prevenção de doenças e promoção da saúde”, afirmou Cristiano.

Segundo Geani Souza, coordenadora estadual do Vigiagua, dos 36 municípios que possuem laboratórios de vigilância da qualidade da água com o Vigiagua implantado, nove municípios atingiram a meta. São eles: Atalaia do Norte, Barreirinha, Coari, Codajás, Manaus, Presidente Figueiredo, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tefé. “Quanto maior o número de análises e de pontos estratégicos de coleta, melhor é a qualidade de informações que o estado dispõe sobre a qualidade da água no Amazonas”, afirmou Geani.

Além da coordenação para implantação e acompanhamento do Vigiagua nos municípios, a FVS-AM realiza, também, doação de insumos e equipamentos de laboratório, além de treinamentos que são oferecidos às equipes das secretarias municipais de saúde. Desta segunda-feira (22/03) até quarta-feira (24/03), o município de Nhamundá está sendo treinado para implantação do programa, que é realizado pela Gerência de Riscos Não Biológicos do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS (GRNB/DVA/FVS).

Cenário

Das 19.073 amostras de água analisadas em 2020, foram 7.317 análises para coliformes, 4.865 para cloro, 6.891 para turbidez. No Amazonas, os seguintes municípios tem o programa Vigiágua implantado: Apuí, Atalaia do Norte, Autazes, Barcelos, Barreirinha, Benjamin Constant, Borba, Canutama, Carauari, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Eirunepé, Guajará, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Paulo de Olivença, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, São Sebastião do Uatumã, Tabatinga, Tefé, Urucurituba e Uarini.

Dia da Água

Nesta segunda-feira (22/03), é comemorado o Dia Mundial da Água. A data objetiva colocar em discussão assuntos importantes relacionados a esse recurso natural.

Referência

A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no estado. A vigilância inclui a coordenação do Programa Vigiagua que, no Amazonas, é coordenado pela Gerência de Riscos Não Biológicos (GRNB) do Departamento de Vigilância Ambiental (DVA) da FVS-AM. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus.

Foto/Destaque: Girlene Medeiros / FVS-AM

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email