AM tem melhor resultado em 4 anos

O setor da indústria de transformação do Amazonas apresentou, no último mês de novembro, uma forte recuperação na geração de postos de trabalho em relação ao mesmo período de 2012. De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados na última sexta-feira (20) pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no penúltimo mês de 2013, a indústria apresentou um saldo de 1.474 empregos gerado, sendo 5.318 admissões contra 3.844 desligamentos. O resultado compensou e ultrapassou as perdas de novembro de 2012, quando o setor apresentou um saldo negativo de -1.186, com 3.267 contratações e 4.453 demissões. Os números positivos do mês de novembro acompanham a tendência no setor industrial que em 2013 apresenta um saldo de 8.394 novos postos, uma alta de 6,2% em relação a 2012. Já na comparação de janeiro a novembro de 2013, o crescimento foi de 9,2%.
O Presidente do SINMEN (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Eletrônicos de Manaus), Athaydes Mariano Félix, atribui essa recuperação ao bom desempenho do setor eletroeletrônico do Polo Industrial de Manaus. Segundo Athaydes Félix, os destaques do mês ficaram por conta das indústrias de televisores e aparelhos de telefone celular.
“Trata-se da boa performance do setor eletrônico. Esses dados refletem exatamente a quantidade de empregos contratados para este fim de ano devido ao aumento de produção de televisores planos e celulares”, disse. Ele explicou ainda que, devido às férias coletivas, normalmente concedidas pelas empresas no período de fim de ano, a expectativa é que o mês de dezembro mantenha o mesmo nível de empregos.
Para 2014, como consequência da Copa do Mundo, a perspectiva é de que haja um incremento ainda maior no setor eletrônico.
“Com a Copa do Mundo, eletro-eletrônico, celular e televisões continuarão (crescendo). A perspectiva é que haja bastante aumento, embora o polo de duas esteja mantendo o nível de empregos”, garantiu.

Outros setores

O comércio também teve geração de empregos positiva no mês passado. Enquanto 4.508 novas vagas foram abertas no varejo no mês de novembro, as rescisões não ultrapassaram 3.218, o que representou um saldo de 1.290 novas vagas. O desempenho é ligeiramente superior ao registrado no ano passado, quando o comércio apresentou uma diferença, entre empregados e desempregados, de 1.009.
Ainda segundo o Caged, os setores da construção civil e de serviços apresentaram retrações de -148 e -451 empregos, respectivamente.

Balanço

Somando todos os setores, em novembro de 2013 foram gerados 2.089 empregos celetistas, o maior saldo dos últimos quatro anos, equivalentes a uma elevação de 0,45% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior. Tal resultado decorreu do aumento do emprego principalmente nos setores da Indústria de Transformação (+1.474 postos) e do Comércio (+1.290 postos). O resultado também recupera as perdas de 2012, quando o Amazonas perdeu 1.270 postos de trabalho em todos os setores.
Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, nos primeiros onze meses do corrente ano, houve acréscimo de 29.722 postos (+6,58%). Ainda na série com ajustes, nos últimos 12 meses, verificou-se crescimento de 4,76% no nível de emprego ou +21.871 postos de trabalho.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email