ALL registra crescimento de 13,7% na receita e atinge R$ 844 milhões

A ALL – América Latina Logística (BM&FBovespa: ALLL3), maior operadora logística com base ferroviária da América Latina, anuncia mais um ano positivo em seus resultados. A receita líquida da ALL cresceu 13,7% no 4T12 e atingiu R$ 844 milhões. A geração operacional de caixa consolidada aumentou 10,4%, atingindo R$ 332 milhões no período. O crescimento foi impulsionado por um ótimo trimestre nas operações ferroviárias no Brasil, onde os volumes transportados cresceram 7,2% e a geração operacional de caixa aumentou 15%.
“O crescimento de volume no Brasil reflete o excelente trimestre que tivemos no segmento de commodities agrícolas, onde os volumes cresceram 12,1% impulsionado pelo cenário favorável de mercado, já que as exportações cresceram mais de 20% nos portos em que atuamos”, afirma Eduardo Pelleissone, presidente da ALL.
No ano, a receita líquida consolidada da ALL aumentou 11,4%, em comparação com 2011, para R$3,6 bilhões. A geração operacional de caixa cresceu 6,8%, atingindo R$1,7 bilhão, refletindo maiores volumes e ganhos de eficiência e custos em nossas operações. Nas operações ferroviárias brasileiras, os volumes transportados cresceram 5,3% apesar de termos enfrentado um dos piores cenários de mercado da nossa história no primeiro semestre. “O ano de 2012 mostrou mais uma vez a resiliência dos fundamentos de longo prazo do nosso negócio, uma vez que enfrentamos um dos cenários de mercado mais difíceis da nossa história. No Brasil, a produção industrial no setor caiu 3% e a primeira safra de grãos, colhida no primeiro semestre do ano, recuou 15,6% na nossa região de atuação”, revela Eduardo Pelleissone, presidente da ALL.
O ano também foi marcado pela conclusão do nosso projeto de expansão ferroviária de 260km, entre as cidades de Alto Araguaia (MT) e Rondonópolis (MT), dentro do prazo e do custo inicialmente orçados. Desde 2009, foram investidos cerca de R$700 milhões no projeto. Na Brado Logística, subsidiária da ALL na logística intermodal de contêineres, o volume de transportado cresceu 9,6% no 4T12 e 12,0% em 2012. A geração operacional de caixa da Brado atingiu R$42 milhões em 2012, 19,2% maior que em 2011. Já na Ritmo Logística, subsidiária da ALL para o transporte rodoviário de cargas, o volume transportado aumentou 14,3% no 4T12 e 15,6% em 2012, com a geração operacional de caixa atingindo R$26 milhões em 2012.
A perspectiva para 2013 é promissora, uma vez que as condições de mercado devem ser melhores tanto no segmento industrial quanto no de commodities agrícolas. De acordo com a Conab, a safra na área de cobertura da ALL deverá crescer cerca de 20% e a produção industrial deve se recuperar do fraco desempenho apresentado em 2012. A ALL – América Latina Logística S.A. é a maior empresa independente de logística da América Latina. Criada em 1997 com a concessão da Rede Ferroviária Federal (RFFSA) para atuar na malha sul do país.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email